InícioInício  CalendárioCalendário  FAQFAQ  BuscarBuscar  MembrosMembros  GruposGrupos  Registrar-seRegistrar-se  Conectar-seConectar-se  

Compartilhe | 
 

 Tomo I: O CAJADO DE HUNG SHING

Ir em baixo 
Ir à página : Anterior  1, 2, 3, 4, 5, 6, 7, 8  Seguinte
AutorMensagem
John Lessard
ADMINISTRADOR
avatar

Mensagens : 130

MensagemAssunto: Re: Tomo I: O CAJADO DE HUNG SHING   Qui Set 20, 2018 2:03 pm

Os golpes de Hisoka era conectados, fluídos, quase quase como se fossem um. Assim, com chute finalizador contra o mashin patife, veio suave, porém poderoso, o suficiente para fazê-lo fugir, em vergonha. O monge então contemplou a fuga, de semblante sério, enquanto os demais se reuniam, ajudando Skinku. No fim, nenhum deles havia parecido, e isto era bom. A semana que seguiu, após eles serem dispensados, Hisoka dividiu pensamentos contra seus afazeres diários, treinos e meditações e o que viria a seguir. Os mistérios que aquele ataque reservavam poderiam esconder perigos ainda maiores, ainda não previstos por ninguém. Passava a maior parte do tempo pensando nisto enquanto bebia chá ou lia algum poema.

Quando foram finalmente convocados novamente, Hisoka alegrou-se por dentro. Ao entrar no palácio imperial, para finalmente encontrarem com Bai Long-sama, sentiu-se inundado por uma verdadeira onda honrosa, e perdidos em seus pensamentos, sabia que usaria suas bençãos para trazer ainda mais honra para o povo de Zhaoyang, o povo de sua mãe. Cumprimentou todos com uma mensura típica e respeitosa e seguiu pelos corredores com dos demais, lançando olhares atentos a estrutura do local. O palácio era verdadeiramente bonito em sua concepção e ao que parecia aquela área mostrava muitas áreas que eles iriam recuperar e devolver aos seus nativos, enfim. Novamente, fez uma mesura ao passar pelos Mashin e finalmente na presença de Bai Long e se acomodou com os demais. Porém, fora surpreendido com o que a bela daimyo tinha a dizer. Antes de iniciarem sua viagem, um assunto de igual urgência precisava de sua atenção. Um roubo.

Hisoka conjecturava quem poderia ter feito tal ato e matado todos os guardas, enquanto seus companheiros discutiam. Kenji obviamente, esperava uma posição de Akai, o que era muito sábio de sua parte. Hisoka encostou sua cabeça no chão, na direção de sua daimyo.


- Por nossa honra, iremos encontrar o cajado e trazer os culpados, Bai Long-sama, com a liderança de Akai-san, não temos como falhar.
E repousou um olhar confiante no mashin.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://forumdomamute.forumeiros.com
0_Sol
JOGADOR


Mensagens : 82

MensagemAssunto: Re: Tomo I: O CAJADO DE HUNG SHING   Sex Set 21, 2018 1:03 am

A batalha terminara.
O mashin gigante, que disse se chamar Goss fugira. Uma mochila a jato (segundo as palavras de Tyr) o que significava que alguém estava misturando conhecimento tamuraniano com tecnologia do continente. Essa perspectiva era assustadora. Que outras amalgamas teriam sido criadas? Qual seria a mente sórdida por trás desses mashins?
As perguntas atormentavam a mente do samurai, sentindo-se responsável pela batalha, culpado pelo ferimento de Amamiya-kun. Quantas precauções deveriam ter sido tomadas, agora era tarde. Ao menos todos estavam à salvo, e a senhorita estava incólume, como deveria sempre estar.

---

A semana demorou a passar, perguntas flutuavam na rede neuro-elemental do samurai. Akai passou a maior parte do tempo indo a forjas. Nesses locais se sentia bem, o calor, o aço sendo moldado, o barulho dos malhos. Sempre desejando a perfeição, em partes mashins eram o ponto mais alto da metalurgia desse reino, e se essa arte tão bela e secreta, havia caído nas mãos de seres vis e sórdidos, inimigos de sua senhora, Akai tomaria a matéria em suas mãos e iria até o fim do mundo, para garantir que nada de errado acontecesse com sua senhora e senhorita.

---

A convocação chegou enquanto Akai observava as nuvens. Ele sabia como eram formadas e a que propósito serviam, mas achava curioso a forma sempre mutável e a leveza com que deslizavam pelo firmamento.

Dirigiu-se ao castelo imperial, onde reuniu-se ao sentai, juntos caminharam pelos corredores. Sendo guiados pela senhorita Lin Kai-San passaram pela ala dos quadros. O samurai gostava dos quadros. Refletiam sua terra, o local onde fora criado, mesmo que nunca tenha o de fato conhecido. Sentia algo que não saberia descrever bem, mas que, lera em algum lugar, chamava-se nostalgia. Como sentir nostalgia por um lugar que nunca vi, uma terra em que nunca pisei.

Essas palavras flutuavam quando chegaram ao fim do corredor.

Os senpais estavam de guarda como sempre, incríveis, como sempre.

---

Ouvir aquilo chocou Akai.ma relíquia roubada, bons homens mortos. Nosso retorno ao lar atrasado.
O mashin fechou seus olhos e tentou observar na escuridão a linha que ligava todos os acontecimentos recentes. Temia pela segurança de sua senhora, e senhorita. Por não conseguir realizar o que fora criado pra fazer. Os elementais silenciaram, e o samurai percebeu algo. O silêncio, ...

Mas isso teria de ficar para depois, ações mais importantes deveriam ser tomadas agora.




Akai-san?

- Por nossa honra, iremos encontrar o cajado e trazer os culpados, Bai Long-sama, com a liderança de Akai-san, não temos como falhar.
Recebendo o olhar de cada um dos presentes com o seu, o samurai observa cada um dos presentes. Esse seria o sentai que levaria Zhaoyang de volta ao lar

- Minha senhora, este servo garante que trará o cajado de Hung Shing de volta. Este servo e este Sentai não descansarão até que o tesouro sagrado de nossa terra seja devolvido a seu lugar de direito.
diz o mashin enquanto se curva.
- Juro por esse corpo, e pelas chamas que movem esta alma.
- Nakamas, Doraniki-San, Yamada-San, Kneerk-San e Amamiya -San. A partir desse momento, seremos um só, um único grupo, um objetivo, uma só vida.
- Peço que confiem nesse samurai, pois este confiará em cada um de vocês com sua própria existência.

- Agora minha senhora, peço, encarecidamente, conceda a esse seu sentai a graça de um nome.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Padre Judas
MODERADOR
avatar

Mensagens : 142

MensagemAssunto: Cena 2. Uma reunião agradável   Sex Set 21, 2018 9:27 pm

Jardim Imperial


Kneerk
Bai Long-Sama, antes de tudo, obrigado pelo convite ao Palácio Imperial, e uma honra servi-la na reconquista de Zhaoyang. Essa situação é realmente preocupante, primeiro o ataque de Goss e agora isso, parece que alguém quer atrapalhar a retomada da ilha a todo custo, minha senhora tem ideia de quem se beneficiaria com isso?

Bai Long
– Também é um mistério para nós, Kneerk-kun. Em princípio não deveria haver ninguém em oposição a nosso legítimo direito e se fosse somente o roubo do Cajado seria fácil supor que vieram pelos seus grandes poderes, mas como tentaram sequestrar Lin-kun...

Bai-sama, possui quadros muito bonitos. Sinto que há muito em comum entre o povo zhao e o tamuraniano da ilha. A cidade era demasiada bela, cheia de vida natural. A praia belíssima onde o povo... hã... bem... se banhava.

Quero reforçar meu compromisso em restaurar essa beleza, Bai-Sama.

Bai Long
– A Tiānzi agradece, Yamada-kun. Ela confia que todos os honoráveis vassalos aqui presentes lutarão para que nosso objetivo comum seja alcançado.

- Minha senhora, este servo garante que trará o cajado de Hung Shing de volta. Este servo e este Sentai não descansarão até que o tesouro sagrado de nossa terra seja devolvido a seu lugar de direito.
diz o mashin enquanto se curva.
- Juro por esse corpo, e pelas chamas que movem esta alma.
- Nakamas, Doraniki-San, Yamada-San, Kneerk-San e Amamiya -San. A partir desse momento, seremos um só, um único grupo, um objetivo, uma só vida.
- Peço que confiem nesse samurai, pois este confiará em cada um de vocês com sua própria existência.

- Agora minha senhora, peço, encarecidamente, conceda a esse seu sentai a graça de um nome.

Bai Long sorriu levemente e encarou o grupo inteiro por alguns instantes. Trocou um rápido olhar com Lin Kai, que também sorria.

Bai Long
– Esta senhora possui grandes esperanças em suas capacidades e crê que serão fundamentais para o futuro de nosso povo. Assim ela os nomeia Byakkoryu Sentai, o Esquadrão do Dragão Branco!

Então olhou novamente para Lin-sama, que assentiu.

Lin Kai
– E agora cremos que seja o momento de se iniciar a investigação. Os honoráveis companheiros podem investigar o local do roubo ou talvez tenham contatos que sejam úteis na cidade. Como proceder fica ao seu cargo. Há alguma dúvida?

Off:
 

Personagens:
 

_________________
Baú do Judas
Judasverso
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
John Lessard
ADMINISTRADOR
avatar

Mensagens : 130

MensagemAssunto: Re: Tomo I: O CAJADO DE HUNG SHING   Dom Set 23, 2018 12:22 pm

Hisoka permaneceu o restante da reunião em silêncio, apenas absorvendo as informações que eram ditas e maneou a cabeça com leve gesto de honra e aceitação quando Bai Long nomeou o grupo. Virou-se então para Lin Kai com um movimento suave, a encarando em suas palavras. Respirou fundo e pensou durante alguns segundos antes de se pronunciar, finalmente.


- Não possuo contatos na cidade... Talvez fosse sábio de nossa parte, visitar o local do roubo e tentarmos descobrir algo para podermos começar. O que acham?
Esperou, imóvel.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://forumdomamute.forumeiros.com
Aldenor
JOGADOR
avatar

Mensagens : 111
Localização : Curitiba

MensagemAssunto: Re: Tomo I: O CAJADO DE HUNG SHING   Dom Set 23, 2018 3:43 pm

Kenji estava cada vez mais interessado na beleza de Zhaoyang e na possibilidade de ser um salvador daquele povo de "primos distantes". Agora, recém nomeados como um sentai oficial, o jovem shugenja já pensava além, em ter seu nome declamado em peças kabuki.

Conteve o sorriso inadequado.
 Concordo com o honorável Hisoka-san. O caminho correto é investigar o local do crime. 

Comentou meneando a cabeça.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Kairazen
JOGADOR


Mensagens : 54

MensagemAssunto: Re: Tomo I: O CAJADO DE HUNG SHING   Dom Set 23, 2018 7:40 pm

Kneerk gostou do nome de Bai-Long Sama deu ao sentai, mas agora tinham aquele roubo para desvendar, Kneerk nunca participou de algo assim, não fazia idea do que poderia fazer, e ao ouvir a ideia de ir ate o local, ele vai concordar com Hisoka:

Kneerk
Tem razão Hisoka-san, vamos torcer para que o ladrão tenha sido descuidado e deixado pistas para trás.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://www.checkpoint42.com.br/
0_Sol
JOGADOR


Mensagens : 82

MensagemAssunto: Re: Tomo I: O CAJADO DE HUNG SHING   Seg Set 24, 2018 1:14 am

- Não podia existir nome melhor.
- Este servo agradece pela graça concedida e este Sentai.
- Sobre o roubo, já houve algum tipo de vistoria do local?
- Também gostaria de falar com as pessoas que primeiro descobriram o acontecido.
- E como Hisoka-San já mencionou, investigar o local
Mil ideias passam pela cabeça do mashin, que não entende como tal roubo pode ter sido cometido.
Nem por que motivo.
As dúvidas são muitas.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Padre Judas
MODERADOR
avatar

Mensagens : 142

MensagemAssunto: Cena 2. Uma reunião agradável   Seg Set 24, 2018 9:47 am

Jardim Imperial


Os Byakkoryu Sentai seguem até o local do roubo, em anexo próximo. Os guardas os recebem adequadamente.

Comandante
– O turno da manhã encontrou os corpos, mas o local não foi arrombado. Havia jutsus protegendo os artefatos, mesmo assim o Cajado desapareceu. Conforme as ordens da Tiānzi nós não mexemos em nada e os guardas que chegaram primeiro à cena estão todos aqui.

Off:
 

Personagens:
 

_________________
Baú do Judas
Judasverso
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
DiceScarlata
JOGADOR
avatar

Mensagens : 108

MensagemAssunto: Re: Tomo I: O CAJADO DE HUNG SHING   Qua Set 26, 2018 4:10 am

Shinku Amamiya




*Byakko ryu Sentai. Hakuryuu... Os dragões brancos. Que honra, Shinku baixou a cabeça resignado e grato pela grande honra* 

 - Este servo servirá este grupo com grande honra e dedicação. Grato pela dádivda, Bai Long-sama. 

*Só de falar com a bela mulher, enrubescia o rosto de Shinku, que evitava transparecer o quanto ela fazia seu coração palpitar. Tentava se livrar se pensamentos impuros, mas era bem complicado.*

*Após isso, decidiram unânimes investigar o local do roubo do lendário bastão, ao qual juraram por sua honra recuperar. Sentia o peso de tal compromisso e não pouparia esforços para tal. Ao serem recepcionados, Shinku deu um passo a frente*  



 - Akai-sama, se permitir um ato deste servo. Este acredita que Kenji-sama deve ser portador de jutsus de percepção muito superiores a este, mas cre também que é melhor poupá-los, pois seu chi é mais valioso para nosso sentai, que o meu. 

*Com uma mesura, deu um passo a frente* 

 - Koi... Inugami!!!

*Juntou os dedos, fez uma breve oração e dezenas de pequenas esferas espirituais invocaram um espirito protetor. Um pequeno cão farejador, que poderia buscar quaisquer detalhes que passassem despercebidos pelos mesmos* 




*O espirito soltou dois latidos empolgados, balançando a cauda freneticamente corria em circulas* 


 - Inugami-sama... Este servo implora. Procure com seu faro divino, vestigios do Cajado de Hung Shing ou do criminoso que o tomou. Precisamos encontrá-lo!

*O cãozinho estufou o peito arrogante e se pôs a farejar* 

AÇÕES:
 

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Kairazen
JOGADOR


Mensagens : 54

MensagemAssunto: Re: Tomo I: O CAJADO DE HUNG SHING   Qua Set 26, 2018 2:48 pm

Kneerk vai fazer uma reverencia ao guarda que os recebeu, ele pensava que conversar com os primeiros guardas que chegaram a cena do crime fosse um bom começo, mas Shinku se adiantou e usando um jutsu, invocou um pequeno cão farejador, se o jutsu fosse útil, talvez nem precisassem falar com os guardas.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://www.checkpoint42.com.br/
John Lessard
ADMINISTRADOR
avatar

Mensagens : 130

MensagemAssunto: Re: Tomo I: O CAJADO DE HUNG SHING   Qua Set 26, 2018 9:12 pm

Hisoka havia permanecido em silêncio o restante do caminho, enquanto caminhava com o sentai até o local do crime. Sua mente viajava por inúmeras hipóteses do que poderia ter acontecido, mas nenhuma parecia realmente possível. Ele mesmo era bastante limitado ainda, com inúmeras técnicas especiais pelo mundo afora que ele não compreendia ou não conhecia, sequer tinha poder para executar. Só Lin-Wu saberia dizer o que havia acontecido ali.

Enquanto os demais tentavam procurar por pistas e conversavam com a comandante, o monge permaneceu parado, com suas mãos unidas, escondidas e avantajadas de seu quimono. Mantinha os olhando ao redor, e esboçou uma expressão de surpresa quando Shinku invocou um pequeno espírito, na forma de uma simpático cãozinho.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://forumdomamute.forumeiros.com
0_Sol
JOGADOR


Mensagens : 82

MensagemAssunto: Re: Tomo I: O CAJADO DE HUNG SHING   Qua Set 26, 2018 9:54 pm

Saindo da Reunião com Bai Long o  Sentai foi direto para o local do roubo.
Não era muito longe.

Akai foi em silêncio, pensando nas razões e consequências disso tudo.

Chegando no local foram recebidos pela comandante da guarda. E Shinku conjurou um espirito para ajudar a coletar pistas.

- Vá em frente Amamiya-San
- Senhores guardas, por favor, contem o que viram a chegar aqui.[b]
*O samurai, então se prepara para ouvir, enquanto concentra-se em notar a presença de seres desonrados*

OFF:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Aldenor
JOGADOR
avatar

Mensagens : 111
Localização : Curitiba

MensagemAssunto: Kenji Yamada   Qui Set 27, 2018 11:04 am

O sentai recém nomeado caminhou até o local do crime. Kenji notou como todos ali eram serenos e gentis, além de exalar honradez. Até mesmo o nezumi era quieto e complacente, algo bem diferente de seus pares agitados e selvagens. 

Realmente, Lin-Wu abençoava o sentai com a presença de um mashin e um ryuujin. A rudeza característica do povo-rato realmente não tinha espaço. Kenji pegou-se sorrindo orgulhoso por ter sido escolhido por Lin-Wu a estar ao lado de tamanhos notáveis.

Porém, ao chegar ao local, seu sorrio tornou-se consternação. Havia muito a ser buscado. Shinku-san tomou a frente conjurando um espírito para ajudar com o apoio de Akai. Porém, Kenji não gostou de não poder revelar suas habilidades. Pelo pouco que conhecia de Shinku-san, entendia que não fizera por mal, mas em sua intenção de poupar seus poderes, acabou menosprezando-os.

Kenji se pôs a diante.

Não se preocupe, Shinku-san, Lin-Wu me deu uma missão e eu tenho prazer em cumpri-la. Apesar de ser um combatente, tenho responsabilidades como shungeja.

Disse um pouco ríspido antes de fechar os olhos e gesticular os dedos polegar, indicador e médio em intrincadas posições, enquanto sussurrava palavras antigas e poderosas.

Seus olhos se abriram com um brilho branco.

Kenji escreveu:
Padrão: Kenji conjura o jutsu Percepção Elevada acrescentando os aprimoramentos para detectar a presença de akumushi e youkai na área. Total gasto: 3 PM.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Padre Judas
MODERADOR
avatar

Mensagens : 142

MensagemAssunto: Cena 2. Uma reunião agradável   Qui Set 27, 2018 4:12 pm

Jardim Imperial


O lugar estava quase impecável. Havia sangue seco no chão, entretanto, indicando as mortes (os corpos já haviam sido removidos). Em um local destacado estava o suporte onde deveria estar o Cajado – agora vazio.

O espírito invocado por Shinku farejou o ambiente atenciosamente, detendo-se no sangue e na base do suporte. Farejou até um canto mais escuro e latiu, indicando ao shinkan que o cheiro terminava e começava ali – como se tivesse simplesmente aparecido e desaparecido no ar. Enquanto isso Kenji tentava perceber algo adicional, mas nota apenas a presença de vários jutsus de natureza protetora, assim como algumas armadilhas mundanas. Todas continuavam intocadas – nada as havia ativado.

Akai não é melhor sucedido. Nenhum dos guardas pode dizer o que ocorreu ali – apenas haviam encontrado os corpos quando chegou o momento da troca de turno pela manhã e informado imediatamente sua superior. Haviam olhado nos cantos e notado que todas as proteções não haviam sido acionadas. O recinto só possuía uma saída e não havia passagens secretas. Todos eram pelo menos honestos ali e não havia ninguém escondendo-se.

Entretanto o espírito guardião rosna levemente ao sentir um cheiro diferenciado. Ele traz para Shinku, na boca, uma pequena medalha avermelhada. Ao observá-la é possível ver uma combinação de ideogramas: um nome, Rosa Suave.

Off:
 

Personagens:
 

_________________
Baú do Judas
Judasverso
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
DiceScarlata
JOGADOR
avatar

Mensagens : 108

MensagemAssunto: Re: Tomo I: O CAJADO DE HUNG SHING   Sab Set 29, 2018 10:04 pm

Shinku Amamiya



*Shinku recebeu a medalha com as duas mãos em resignação*
 
 - Arigatou, Inugami-sama.

*Na mesma posição abaixada, olhou bem para a medalha, constatando que nada sabia sobre seu significado e de cabeça baixa, ofereceu aos companheiros* 

- Akai-sama, Kenji-sama, Hisoka-san, Kneerk-san... Rogo, vejam isso por favor... Alguém conhece a origem da "rosa suave" ? 


Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
John Lessard
ADMINISTRADOR
avatar

Mensagens : 130

MensagemAssunto: Re: Tomo I: O CAJADO DE HUNG SHING   Sab Set 29, 2018 10:17 pm

Contemplativo, Hisoka se aproximou de Skinku, observando a medalha encontrada.

- - Você trás uma medalha em mãos e enquanto diria que temos um mistério em nossas... Temo que tenha nenhuma informação para ajudar nisto. Rosa Suave, entretanto, seria de cunho religioso, Kenji-san?
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://forumdomamute.forumeiros.com
0_Sol
JOGADOR


Mensagens : 82

MensagemAssunto: Re: Tomo I: O CAJADO DE HUNG SHING   Dom Set 30, 2018 12:24 am

Os guardas era todos honestos. O que era uma coisa boa, mas deixava Aksi sem pistas.
Terminara de checar todas as medidas de segurança e nenhuma proteção havia disparado.

Foi quando Shinku encontrou a medalha.

- "Rosa suave"? Não conheço tal nome.
- Precisamos de mais informações.
- Bom Trabalho Amamiya-San
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Kairazen
JOGADOR


Mensagens : 54

MensagemAssunto: Re: Tomo I: O CAJADO DE HUNG SHING   Dom Set 30, 2018 11:42 am

Parece que a busca de Shinku havia sido proveitosa, o youkai invocado por ele havia achado uma medalha na cena do crime. Ele perguntou pelo nome gravado nela, Rosa suave, não era algo que ele conhecia, mas pelo menos já era um passo adiante nesse misterio, Kneerk vai responde-lo:

Kneerk
Não conheço isso Shinku-san, mas realmente, precisamos de mais informações, mas já é um passo adiante nesse roubo.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://www.checkpoint42.com.br/
Aldenor
JOGADOR
avatar

Mensagens : 111
Localização : Curitiba

MensagemAssunto: Re: Tomo I: O CAJADO DE HUNG SHING   Dom Set 30, 2018 1:03 pm

Kenji ficou intrigado. Nenhuma das proteções ou armadilhas foram acionadas pelo invasor. Ou invasores. Com a mão no queixo, ponderou como alguém conseguiria concretizar tais sortilégios quando Shinku trouxe uma medalha e perguntou a todos sobre o nome Rosa Suave. Hisoka não parecia conhecer.

"Rosa Suave"... hmmm... não é um assunto místico ou religioso. Acredito que esteja ligado à gente de baixa estirpe. Talvez alguma organização nai'nin. Felizmente eu não tenho nem ideia por onde começar a procurar sobre isso. Talvez Kneek-san tenha alguma ideia.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Kairazen
JOGADOR


Mensagens : 54

MensagemAssunto: Re: Tomo I: O CAJADO DE HUNG SHING   Seg Out 01, 2018 2:51 pm

Kneerk ja havia dito que não reconhecia aquele nome, mas mesmo assim Kenji-san falava que ele talvez soubesse de algo, pela sua ascendencia, mas Kneerk vai responde-lo:

Kneerk
Como já havido dito, não conheço nada com esse nome, nunca me envolvi com organizações nai'nin.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://www.checkpoint42.com.br/
Aldenor
JOGADOR
avatar

Mensagens : 111
Localização : Curitiba

MensagemAssunto: Re: Tomo I: O CAJADO DE HUNG SHING   Seg Out 01, 2018 3:01 pm

Kenji estreita os olhos ao ouvir aquelas palavras vindas de Kneerk. Teria audácia de mentir para um shugenja? Talvez não. Mas era muito difícil acreditar que um nezumi não entendesse do mundo nai'nin, afinal, todos eles faziam parte dessa "não-casta" até o decreto imperial recente.

Ele parecia incomodado com sua insinuação, então Kenji se pôs a falar de novo.
Lin-Wu me concedeu a audição, Kneerk-san. O que me referi foi ao fato de você talvez conhecer lugares onde nai'nin frequentam. Conhecer pessoas que conhecem outras pessoas e assim, alguém que talvez saiba sobre essa organização.

Ou, pelo menos, se formos usar desse recurso, você ao meu ver é o mais indicado para se infiltrar em lugares assim para conseguir informações.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Kairazen
JOGADOR


Mensagens : 54

MensagemAssunto: Re: Tomo I: O CAJADO DE HUNG SHING   Seg Out 01, 2018 3:24 pm

Kenji parecia ter se incomodado com a reposta dele, mas ele não se importava, apos ouvir a reposta de Kenji, ele vai pensar um pouco, e se lembrar do Hisui no Raion, a taverna para a qual ele trabalhava, todo o tipo de pessoa passava por lá, então ele vai responder:

Kneerk
Bom, existe um lugar onde talvez possamos achar alguma pista, a taverna Hisui no Raion, trabalhava de segurança lá antes de receber a convocação de Bai Long-Sama, todo tipo de pessoa passa por lá, talvez Maeda-sama saiba de algo, ela e a dona do lugar.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://www.checkpoint42.com.br/
0_Sol
JOGADOR


Mensagens : 82

MensagemAssunto: Re: Tomo I: O CAJADO DE HUNG SHING   Seg Out 01, 2018 9:05 pm

Akai permanecera em silêncio enquanto os companheiras dialogavam. Mas pareciam ter chegado a um acordo.
-Muito bem Kneerk-San. Faça isso. Amamiya-San, poderia ir com ele?
- Enquanto isso os outros devem questionar seus próprios contatos na cidade. Alguém deve saber de algo.
- Eu mesmo pretendo questionar alguns conhecidos na forjas.

Tendo dito isso o samurai vai se dirigir as forjas, os homens lá são bons e honrados, mas podem saber de algo nesse sentido.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Padre Judas
MODERADOR
avatar

Mensagens : 142

MensagemAssunto: Cena 2. Uma reunião agradável   Ter Out 02, 2018 7:36 pm

Jardim Imperial


Maeda-san
– Sinto muito, Kneerk-san. Infelizmente eu não sei nada sobre essa... “rosa suave”. Desculpe pela inutilidade desta velha.

A idosa curva-se em sinal de arrependimento diante do nezumi e seu companheiro shinkan. Nenhum dos moradores ou frequentadores do lugar sabia o significado do nome e eles conseguiram apenas perder dinheiro entregando-o a pessoas pouco confiáveis. Enquanto isso no templo Hisoka e Kenji também não logram grandes benefícios. Nem mesmo a agradável oferta feita por ambos consegue alcançar maiores benefícios. Os deuses não parecem sorrir para eles.

Quando voltam a se reunir, entretanto, encontram Akai – que parece ter melhores notícias.

Off:
 

Personagens:
 

_________________
Baú do Judas
Judasverso
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
DiceScarlata
JOGADOR
avatar

Mensagens : 108

MensagemAssunto: Re: Tomo I: O CAJADO DE HUNG SHING   Ter Out 02, 2018 7:59 pm

Shinku Amamiya



 
 - Este servo está honrado com suas palavras, Akai-sama. Este também acredita, como Kenji-sama, que se trata de algum organização. Amaibara... Rosa Suave... Hummm...

*O cãozinho saltou o ombro de Shinku e ficou tão pensativo quanto seu dono. Ambos ficaram alheios as farpadas palavras de Kenji e a indiferença de Kneerk. Apenas quando Akai voltou a lhes dar ordens, que Shinku quebrou seu devaneio*





 - Este Shinku Amamiya, assim o fará. Vamos, Kneerk-san? 


*Buscaram por respostas, mas falharam. Era a primeira vez que o rapaz andava com o Nezumi e sentiu alguns olhares. Não se importava claro, mas era interessante como as pessoas se importavam tanto e ele tão pouco ligava. Em contrapartida, uma força interna enorme o comandava, quando se tratava de castas superiores... Curioso* 

 - Akai-sama! Estes servos falharam em sua busca. Estes anseiam para que tenha obtido mais sucesso...
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: Tomo I: O CAJADO DE HUNG SHING   

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
Tomo I: O CAJADO DE HUNG SHING
Voltar ao Topo 
Página 2 de 8Ir à página : Anterior  1, 2, 3, 4, 5, 6, 7, 8  Seguinte
 Tópicos similares
-
» — Maze Runner (Treino Trimestral: Perséfone, Hades, Melinoe, Thanatos)
» Clausura da Imortalidade - Tomo 2 (Crônica Oficial)
» Personagens, PDM´s e NPC´s
» [Atualização]Ballória Online V. 1.1 Open Beta.
» Cena 1: Ordem & Caos

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Fórum do Mamute :: PbF (Play by Fórum) :: Campanhas :: Judasverso :: A Reconquista de Zhaoyang-
Ir para: