InícioInício  CalendárioCalendário  FAQFAQ  BuscarBuscar  MembrosMembros  GruposGrupos  Registrar-seRegistrar-se  Conectar-seConectar-se  

Compartilhe | 
 

 A Lenda das Cinco Essências | Gelo

Ir em baixo 
Ir à página : 1, 2, 3, 4, 5  Seguinte
AutorMensagem
John Lessard
ADMINISTRADOR
avatar

Mensagens : 130

MensagemAssunto: A Lenda das Cinco Essências | Gelo   Ter Out 02, 2018 11:06 pm



"Após a Chuva, A Terra Endurece"


O céu era cinza e triste, mas despejava uma calmaria por sobre a estrada de terra batida e sinuosa percorrida por aquelas cinco figuras. Kenshin assumia a dianteira, pensativo sobre suas recentes companhias. Há muito havia deixado a capital, com uma missão oficial para o Império. No longínquo norte, nas divisas das frias terras albinas e geladas existia uma cidade, Howaito shikīchi. Um lugarejo afastado, porém responsável pela extração de minério de ferro de uma mina rica na região, responsável pelo envio certo de carregamentos que nunca falhavam, até o dia em que falhou. O povoado deixou de enviar notícias e minério de ferro. Preocupadas, autoridades competentes enviaram um grupo de guardas para verificar o local, porém este mesmo não retornou. O samurai recebeu sua missão ainda em Shinkyo, deveria viajar até o norte, em busca de informações e que possível mal poderia se abater sobre o lugar.

Ao seu lado, vinham Guren e Haru. O primeiro, um sujeito grande e amedrontador de feições horrendas, afinal era um kaijin. O segundo, uma espécie de gato amarelado e que caminhava sobre duas patas, um henge de quimono. A dupla improvável havia recebido a proposta de acompanhar o samurai de um comerciante de Nishidori, juntamente de uma mulher de nome Misaki. A wu-jen, uma moça de traços mestiços, viajava a esmo, mas com o objetivo de se distanciar o máximo possível do tio, que deseja roubar seus poderes, logo a missão de acompanhar um samurai que desembarcaria em Nishidori para investigar uma cidade no norte, se mostrou uma saída perfeita. Sentia que a cidade não era não receptiva com diferenças como percebeu que Shinkyo poderia ser, porém o homem que lhe contratou, assim como a outra dupla exótica, parecia ter a mente mais aberta e apesar de possuir uma residência na Fortaleza do Oeste, viajava muito por diversos outros lugares. 

A última integrante daquele improvável grupo era uma moça de pele clara e cabelos negros, retraída. Akami seguia Kenshin há um bom tempo, a fim de se juntar a ele, na esperança de enfim formarem um sentai e ela poder dar continuidade a sua missão. Até onde sabia o samurai não havia percebido sua presença até ela mesmo se apresentar, dizendo que também faria parte daquele grupo, também contratada por um comerciante. A moça sabia, entretanto, que um simples olhar daquele homem, um samurai, poderia atravessar sua alma.

O caminho seguia sinuoso agora, com o vento frio soprando fraco. Por sobre às árvores a esquerda pequenas camada de gelo se formavam, assim como por cima das rochas do lado direito. Kenshin não podia deixar de pensar sobre seus companheiros improváveis. Não poderia escolher, na verdade, afinal muitas figuras grandes estavam interessadas com que acontecia com a mina de ferro, logo se viu recebido por comerciantes que enviavam seus próprios guerreiros nessa misteriosa empreitada... O kaijin despertava arrepios nas pessoas comuns, e os demais, talvez devesse dar uma olhada melhor neles...

Estacou, assim como os outros, que percebiam movimento ao redor. Sombras se fizeram visíveis por entre as árvore e no terreno elevado e rochoso, eram homens brutos, com trajes sujos e trapos, munidos de clavas, fukya e trajando armaduras de couro animal. Do alto, dois dispararam agulhas contra o samurai. O ryuujin saltou para o lado evitando a primeira, porém sentiu a segunda afundar-se em seu ombro esquerdo. Outras duas foram de encontro a Guren. A primeira bateu inofensiva contra sua pele grossa e a segunda conseguiu entrar, mas superficialmente, sem lhe causar dano algum. 

Outros dois avançaram contra Kenshin, empunhando suas clavas rústicas. O samurai virou-se depressa a tempo de desviar do ataque do primeiro, porém o segundo se aproveitou para flanqueá-lo, batendo com força em sua perna direita. Sem dúvidas um maldito desonrado. Outros avançaram por trás, o primeiro mirando Akami, que não conseguiu desviar a tempo e recebeu uma pancada potente contra seu abdômen, fazendo o ar lhe faltar. Mais dois se colocaram ao seu lado, porém eles visavam o maior entre eles, Guren. O kaijin bloqueou o primeiro golpe apenas erguendo seu braço resistente, porém sentiu o segundo bandoleiro lhe acertar o flanco direito, causando uma leve sensação dolorida. Viu de canto de olho, entretanto, o último deles se aproximar de seu companheiro, Haru. O bandido ergueu sua clava e bateu com força no alto da cabeça do henge, explodindo em sangue e o derrubando de imediato.

Citação :

Kenshin sofreu 9 pontos de dano; Akami sofreu 5 pontos de dano; Guren sofreu 3 pontos de dano (RD já contablizada); Haru sofreu 18 pontos de dano (crítico!)




Iniciativa :
 

Notas do Mestre:
 


Citação :
Fichas e Status
Kenshin: <> PV 23/14 <> PM 8/8 <> CA 16/14 <> Condição:
Haru: <> PV -5/13 <> PM 10/10 <> CA 14/14 <> Condição: Sangrando, caído.
Guren:
<> PV 26/29 <> PM 4/4 <> CA 19/19 <> Condição:
Akami: <> PV 7/12 <> PM 5/5 <> CA 19/19 <> Condição:
Misaki: <> PV 10/10 <> PM 13/13 <> CA 12/12 <> Condição:
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://forumdomamute.forumeiros.com
Chapéu Preto
JOGADOR


Mensagens : 23

MensagemAssunto: Re: A Lenda das Cinco Essências | Gelo   Qui Out 04, 2018 5:53 pm

Akami conseguira entrar no grupo do homem que lhe salvou da execução, mas após a sua apresentação, não trocou mais nenhuma palavra com o samurai, evitava até mesmo olhar diretamente para o ryuujin de nome Kenshin Tokugawa. Afinal, como ele não teve nenhuma reação por tê-la reencontrado, com certeza não havia se lembrado da ninja que havia salvo da morte iminente. Um sentimento de decepção surgia levemente em seu peito, todavia tal sentimento estranho não era importante. A única coisa que importava era que, finalmente ela estava em algo que, em algum momento poderia tornar-se um sentai. Para que isso ocorresse, seria necessário que a missão fosse concluída com sucesso e que todos saíssem com vida.

Concentrando-se na missão, Akami analisou friamente todos os seus companheiros e quase como imediatamente julgou-os em suas possíveis utilidades. Kenshin Tokugawa, um nobre ryuujin que, mesmo empunhando uma nodachi, conseguia ser respeitado como samurai, provavelmente não seria necessário protegê-lo. Guren, um enorme e intimidador kaijin, com certeza não é necessário protegê-lo, e se morrer, ninguém sentiria falta. Misaki mestiça, não empunha armas, provavelmente precisará de proteção. E Haru Kiiroalgumacoisa... Com certeza precisará de proteção, provavelmente é o mascote do Guren.

A viagem parecia tranquila e a missão parecia que seria simples, Akami relaxou por um momento, e o preço se tornou caro. Apenas percebeu a emboscada no momento que já estava cercada. Por reflexo andou o suficiente para ficar próxima de Guren, porque se algo viesse de cima, haveria mais chances de acertá-lo. Esqueceu totalmente de proteger o mascote e a mestiça, e quando foi corrigir o erro, fora surpreendida com um golpe direto em abdômen. Sem fôlego, estava prestes à sacar sua Kusari-Gama, quando escutou um som tão forte quanto um trovão, bem ao seu lado. O henge já estava no chão coberto por seu próprio sangue. A Ninja aproveitando que o pequeno estava caído, dá um pulinho por cima dele, ficando atrás de um dos bandidos que estavam flanqueando Kenshin e recuando novamente, lança 2 shurikens em sua costa.

Movimentação, Ataque e dano:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Padre Judas
MODERADOR
avatar

Mensagens : 142

MensagemAssunto: KENSHIN TOKUGAWA   Qui Out 04, 2018 8:03 pm



O samurai caminhava silenciosamente. Kenshin Tokugawa vestia-se como era devido a um samurai em viagem. Sobre sua haramaki, seu booken-fuku era em tons de azul claro e escuro, com detalhes em dourado e o símbolo do Clã Tokugawa. Trazia uma enorme espada à cintura – uma nodachi, própria para um espadachim que lutava com as duas mãos. No passado fora muito mais hábil, mas a maldição que o tomara por tantos anos havia reduzido seu poder a uma fração do que era no passado. Limitava-se a combater diretamente com sua espada, contando com a proteção e força de Lin-Wu para sobrepujar os vis.

Observou os companheiros. Assim que os encontrou no porto avaliou cada um cuidadosamente. Surpreendeu-se com o fato de que somente a aberração possuía alguma honra – todos os demais eram inferiores e indignos. Suspirou. Não seria a primeira vez que caminhava ao lado de tais tipos. Sua mente voltou poucos anos (na verdade séculos atrás, mas para ele não parecia tanto tempo) e recordou-se com doçura de seus antigos nakama. Lembrar de Mitsune e Yotanwa causaram sentimentos contraditórios a ele. A primeira, traidora, a segunda, esposa.

Mitsune soubera ocultar sua verdadeira natureza por anos e ele nunca soube quem ela realmente era – mesmo quando a matou os segredos permaneceram. Ela era louca, mas talvez algum espírito maligno ou kami trapaceiro protegera-a da percepção que Lin-Wu concedia a seus seguidores.

Yotanwa. Fora sua rival e também seu maior amor. Ela acreditava em fazer o que fosse necessário pela vitória e os dois discutiam frequentemente sobre o que deveria ser o certo. Mas ela estava caminhando corretamente nos últimos tempos – ele queria acreditar que a reencontraria no outro mundo quando sua missão naquele terminasse.

Seria bom ouvir algum conselho de Golden. O vanara sempre sabia o que dizer e fora muito importante no amadurecimento do próprio Kenshin. Graças ao sábio shinkan aprendera que sempre havia uma oportunidade de redenção e perdão.

Forçou-se a deixar o passado e voltar ao presente. A mulher, Akami, era a mais preocupante. Lembrava-se dela, a havia salvo de ser executada. Sabia que havia esperança para sua redenção, mas sabia o que fazer para isso. Por isso era difícil conversar com ela – uma palavra errada poderia por tudo a perder.

Do kaijin era possível esperar honestidade, mas mesmo nele não havia Honra plena. Entretanto era o mais respeitável ali e o samurai preferia manter-se perto dele.

Os outros dois eram incógnitas. Por sua experiência prévia, tinha bom apreço por shinkan, embora a desonra de Haru fosse evidente. Era curioso que Misaki fosse a que menos o incomodasse. A garota era basicamente uma gaijin, uma mestiça que pouco sabia sobre os costumes de seus ancestrais – isto de certo modo tornava suas atitudes mais toleráveis. Pensou intimamente que deveria ensiná-la os modos corretos de seu povo, torna-la mais próxima do Grande Lin-Wu. Tinha talento como guerreira e poderia ser ainda melhor se cultivasse os valores da Honra.

Foi com estes pensamentos que, na estrada, foram surpreendidos por criminosos. Eles atacaram rapidamente e o feriram, assim como alguns dos colegas. Viu o shinkan cair e irritou-se com a covardia daqueles vilões.

Kenshin Tokugawa
– Vermes que erguem-se contra os escolhidos do Dragão! Vocês pagarão por seus crimes hoje!

Estava cercado, mas foi fácil desvencilhar-se e atacar um de seus agressores. Percebeu que Akami também já havia se movido e saído do meio dos criminosos. Ela atacou um deles pelas costas e o samurai torceu o nariz.

Kenshin Tokugawa
– Quem tem um medicamento? Salve o sacerdote!

Avançou rapidamente, evitando ser atacado pelos flancos, e atacou um dos agressores. Fez questão que o adversário o encarasse

Kenshin Tokugawa
– Sinta o poder da lâmina de Kenshin Tokugawa!

Off:
 

_________________
Baú do Judas
Judasverso
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Aldenor
JOGADOR
avatar

Mensagens : 111
Localização : Curitiba

MensagemAssunto: Re: A Lenda das Cinco Essências | Gelo   Qui Out 04, 2018 8:38 pm

Misaki Maedoku viajou por longos dias sentindo-os cada vez mais frios. As parcas estradas não passavam de trilhas mal cuidadas. Tamu-ra oferecia um mundo desconhecido até mesmo para seus donos e precisava ser repovoado. Mesmo sendo uma "gaijin" e, pior que isso, uma "bruxa", seus serviços podiam ser requisitados para resolver problemas. Em Valkaria, Misaki sabia que Arton era um mundo de problemas onde os aventureiros eram necessários, mas em Tamu-ra eles eram ainda mais importantes.

Bai Sun, um mercador, precisava de aventureiros... não, de mercenários, para descobrir o mistério do sumiço das notícias de uma cidade de minérios. Felizmente, bastou mostrar uma fração de seu poder num rápido controle de chamas, criando um vento fraco, ou encher um tokkuri com água do nada para provar que era uma wu-jen. Era o sangue de sua mãe que abrira seu chacra da mente, mas possível apenas pelo cobiçado sangue de seu pai artoniano. Misaki pensava que família era uma desculpa para prisão e só trazia problemas. Exceto, claro, por seu irmão mais velho...

Depois conseguir o trabalho, juntou-se aos demais eleitos no porto. Um samurai ryuujin, um henge shinkan, um kaijin bushi e uma humana... com sua kusari-gama. Provavelmente uma guerreira ou "kensei" como era dito naquelas terras. Era quieta e Misaki não se interessou muito por ela. Durante a viagem no navio, conversou com o ryuujin Kenshin Tokugawa já mostrando sua irreverência ao chamá-lo pelo primeiro nome sem sufixo respeitoso. Ela sabia bem o idioma ningo, mas não era uma nativa e perdia algumas de suas sutilezas. A dupla Haru e Guren, o henge gato e o kaijin brutal eram engraçadinhos. O primeiro, fofinho e bonitinho, mas bastante amigo da fera, do monstro. Haru era o sábio e Guren os músculos, uma dupla improvável que dava muito certo... Misaki se apresentou como uma wu-jen sem entrar em detalhes sobre sua ascendência mestiça. Falava que viveu a maior parte da vida em Nitamu-ra e visitou pouco os outros lugares de Valkaria. Além disso, apesar dos olhares estranhos, apresentou-se com um sobrenome: Maedoku, como se fosse membro do Dai'Zenshi. Uma óbvia corruptela, paródia ou mesmo troça das tradições tamuranianas.

Após aportarem, seguiam por uma estrada ainda pior que aquela ligada entre Shinkyo e Nishidori.

Então... será que as estradas são sempre tão ruins assim? Digo, tá, sei que Tamu-ra está se reconstruindo ainda, mas... não tô gostando de como andamos pelos ermos assim e...

Foi interrompida pelos salteadores que vieram da encosta, em frente a eles. Atacaram rápido e duro. Kenshin e Guren foram os mais atingidos, mas Haru foi quem sofreu de verdade. Coitado, era uma criaturinha fofinha demais para estar no meio de uma luta brutal. Misaki não podia deixar de lutar, é claro.

Mas quando viu os shuriken arremessados por Akami, Misaki arregalou os olhos. Podia ser uma ninja? Um rápido olhar para Kenshin quase a distraiu de agir, mas seus reflexos estavam apurados. A energia cósmica fluía por seu corpo, transformados pelo sangue Maedoc.

Você iria rir disso, onii-chan...

Sussurrou antes de juntar se deslocar para atrás de Kenshin juntando as duas mãos como se segurasse uma esfera.

 KA... ME... HA... ME...

Uma espera de energia azul se formou no centro das mãos reunindo milhares de pequenos flocos de luz dançando em espiral.




HAAAAAAAAA!!!


Ação de Misaki escreveu:
Ação de Movimento: se desloca para j-5
Ação Padrão: conjura o jutsu Golpe da Esfera Espiritual gastando 1 PM, +1 PM para o tempo de execução ser ação padrão, +5 PM par ser alcance pessoal, alvo área de linha em 30m acertando os inimigos em j-6, j-8, j-9 causando 5 de dano (ou 0 caso passem no teste de Reflexos CD 15).


Última edição por Aldenor em Sex Out 05, 2018 8:33 pm, editado 1 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
DiceScarlata
JOGADOR
avatar

Mensagens : 108

MensagemAssunto: Re: A Lenda das Cinco Essências | Gelo   Sex Out 05, 2018 12:35 pm

GUREN



*Pássaros, roedores e insetos fugiam em profusão ante as pisadas do colossal Kaijin, que atravessava a gélida floresta sem se importar com os arbustos que se partiam contra seu corpo. Mantinha apenas a mão direita erguida, bloqueando possíveis obstáculos que venham a ferir o companheiro em seu ombro, o shinkan henge Haru* 

*Amigos aleatórios que cuidavam um do outro. O pequeno salvou o grande de perseguições insensatas e preconceituosas, usando sua esperteza e dons espirituais. O grande protegeu o pequeno, com seu corpo indestrutível e imenso coração. Agora vagam por esse império de Jade, em busca de sobreviver e mais do que isso, viver* 

*Haru achou por bem aceitar um serviço para boukenshas. Guren jamais o questionaria, então apenas acenou com a cabeça. Se uniriam a um samurai, uma wu-jen e uma guerreira agil, que portava armas pecualiares. Guren não entendia, mas Haru apontou que talvez fosse uma ninja. Fazer o que? Se ela não julgasse por ser um monstro, pq a julgaria pelo modo como vive sua vida? * 

*Caminhavam agora todos juntos. Apesar de imensamente diferentes, possuíam um perfeito equilíbrio entre si, cada um em suas especialidades. Estavam a apenas um dia juntos então, não haviam polido tais socializações, mas quando o fizessem, a harmonia de suas forças encobriria qualquer lapsos causado por suas fraquezas8 

*Guren não podia demonstrar, ja que não tinha expressão na face, mas estava FELIZ. Andava cercado de gente, como se tivesse muito mais amigos! Depois de uma década solitário, era uma sensação unica estar assim. No fim, talvez as pessoas não fossem tão ruins* 

*Então vieram. Agulhadas, lâminas e um porrete. Sangue. O rosto de Guren se virou devagar para onde Haru estava e a visão de seu amigo ferido quase o quebrou. Normalmente, qualquer um se entregaria a fúria e a explosão, buscando massacrar todos ao redor. Mas Guren nascera para proteger. Prometera que faria isso por seu amigo. Então aquele imenso gigante se ajoelhou ao lado dele e tirou de sua bolsinha, um pequeno pote, contendo um bálsamo, que sabia ser otimo para feridas* 

- HA... RU...  EU... VOU... TE SAL...VAAAAR...

*Tinha dificuldades em pronunciar o dialeto, mas conseguia usar o básico. Percebia também que ainda estavam em perigo. Então utilizou a força que havia dentro de si. Seu músculos enrijeceram e seu tamanho aumento um pouco mais. Seu corpo em si era uma gigantesca armadura, que agora inimigos teriam ainda mais dificuldade de penetrar, para chegar em Haru*  

AÇÕES:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
John Lessard
ADMINISTRADOR
avatar

Mensagens : 130

MensagemAssunto: Re: A Lenda das Cinco Essências | Gelo   Sex Out 05, 2018 9:16 pm

[quote="John Lessard"]

"Após a Chuva, A Terra Endurece"

O grupo rapidamente começava a se movimentar e armar um contra ataque contra os bandoleiros. Akami era a mais rápida e num segundo se embrenhou no meio da floresta, saindo daquela posição desvantajosa e com suas mãos rápidas, fez girar duas shurikens pelo ar, cravando-se nas costas de um dos homens, que tentou afastar-se, pela dor súbita. Kenshin movimentou-se logo em seguida e com a poderosa nodachi que carregava desferiu um arco pelo ar, cortando o peito desse mesmo homem, que tombou de rosto contra terra. O henge Haru mantinha-se caído, mas parecia sereno agora, sem uma careta de dor, o que poderia sugerir que estava estabilizado ou havia morrido.

Misaki não tinha tempo para pensar sobre isso, passou pelo samurai e assumiu uma posição que julgou favorável e juntou suas mãos, reunindo rapidamente sua energia espiritual, que disparou numa linha de luz contra os oponentes. De olhos arregalados, dois deles foram atingidos em cheio, enquanto um conseguiu jogar-se de lado e ser pego apenas de raspão, no braço. Enquanto Guren caia de joelhos perto do amigo, massageando a ferida que o mesmo tinha no topo da cabeça com a pasta fedorenta de ervas. Para seu alívio, Haru parecia respirar. O kaijin, ainda assim, reunia forças interiores para se tornar uma muralha e proteger seu corpo indefeso, endurecendo ainda mais seus músculos expostos.

Dois bandidos avançaram contra Misaki, a cercando. De um lado a clava lhe atingiu em cheio no joelho, a fazendo se abaixar pela dor, mas conseguindo se desvencilhar com um movimento para o lado quando o seguinte veio, tentando acertar sua cabeça. Mais dois deles rodeavam Guren. O primeiro bateu inutilmente contra sua pele rígida, porém o seguinte acertou com precisão sua cabeça de esqueleto, rachando seu crânio. O último em solo virou-se contra Akami e tentou bater contra seu rosto, mas quando se deu por si a ninja já havia abaixado e ele golpeava apenas o ar.

No alto da encosta, todos os bandidos apontaram suas fukya para Kenshin. O samurai dançou pela estrada, desviando dos projéteis quase invisíveis disparados contra ele. Uma agulha, entretanto, adentrou dolorida em sua coxa esquerda.

Citação :
Kenshin sofreu 2 pontos de dano; Guren sofreu 7 pontos de dano (crítico); Misaki sofreu 7 pontos de dano



Iniciativa :
 

Notas do Mestre:
 


Citação :
Fichas e Status
Kenshin: <> PV 12/23 <> PM 8/8 <> CA 16/14 <> Condição:
Haru: <> PV 0/13 <> PM 10/10 <> CA 14/14 <> Condição:  caído.
Guren:
<> PV 26/29 <> PM 3/4 <> CA 19/19 <> Condição:
Akami: <> PV 7/12 <> PM 4/5 <> CA 19/19 <> Condição:
Misaki: <> PV 03/10 <> PM 6/13 <> CA 12/12 <> Condição:
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://forumdomamute.forumeiros.com
Chapéu Preto
JOGADOR


Mensagens : 23

MensagemAssunto: Re: A Lenda das Cinco Essências | Gelo   Sex Out 05, 2018 10:43 pm

Akami evadiu-se do ataque que mirava em seu rosto por reflexo, pois ao vislumbrar o feixe de luz emanado por Misaki, se distraiu perante a beleza do jutsu. Todavia o atacante não sairia impune da ousadia de lhe atacar sozinho.

Citação :
-Você é desafortunado, errou na sua única chance de sair com vida.

A ninja sedenta por sangue, finalmente saca a sua Kusari-Gama e após girar a sua lâmina de forma a induzir o alvo de que seria atacado por ela, Akami rodopia e desfere com força um ataque com o peso de metal que existe na outra extremidade da arma.

OFF:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Padre Judas
MODERADOR
avatar

Mensagens : 142

MensagemAssunto: KENSHIN TOKUGAWA   Sab Out 06, 2018 5:16 pm



Kenshin viu um dos inimigos cair e avançou por cima de seu cadáver, saltando sobre Haru e passando ao lado de dois criminosos. Movimento contínuo, girou o corpo e cortou a cabeça de um dos sujeitos com um único golpe.

Off:
 

_________________
Baú do Judas
Judasverso
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Aldenor
JOGADOR
avatar

Mensagens : 111
Localização : Curitiba

MensagemAssunto: Re: A Lenda das Cinco Essências | Gelo   Seg Out 08, 2018 11:44 am

Misaki sentiu a pancada no joelho, algo estalar dentro e a dor dilacerante percorrer o corpo todo. Gritou de angústia e abaixou-se na hora certa de evitar o golpe derradeiro em sua têmpora, em que provavelmente seria sua passagem para o além mundo. Ou para o vazio da morte, pois não sabia ao certo se morrer em Tamu-ra lhe garantiria os mesmos direitos das almas em Arton.

< Seu filho da puta! Vão todos morrer nas minhas mãos! >

Gritou em varukaru antes de se afastar dos inimigos erguendo as mãos e gesticulando enquanto pronunciava mantras.

MOERU! MOERU! MOERU!

Um leque de chamas irrompeu em sua frente atingindo pelo menos cinco inimigos.

Ação de Misaki escreveu:
Ação de Movimento: se desloca para g-5.
Ação Padrão: conjura o jutsu Leque de Chamas (1 PM) com aprimoramento para aumentar +1d6 de dano (+2 PM) para atingir a área abaixo:



Afetando inimigos em I6, J6, K6, J4, K4 com dano de 14 (Refl CD 15 para tomar 7 de dano).

Se for atacada, usará 1 PM como reação para conjurar o jutsu Mandela-Escudo e ter +4 na CA por uma rodada.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
DiceScarlata
JOGADOR
avatar

Mensagens : 108

MensagemAssunto: Re: A Lenda das Cinco Essências | Gelo   Ter Out 09, 2018 12:33 am

GUREN



*O impacto atingiu o crânio de Guren, arrancando uma lasca de cálcio e o fazendo se curvar levemente para frente. Tamanha foi a dor que ele teve de dizer: * 

- I... Tai...

*Traduzindo* 

- A... i...

*A mão direita se fechou em um punho e voou em um golpe de açoite para trás, atingindo o rosto de um inimigo com as costas da mesma. Guren nem se incomodou em olhar. O corpo caiu contra o chão num baque surdo e com uns dentes a menos na boca. A atenção do kaijin estava no aliado ainda caído. Sacou outro bálsamo, pronto a ajudar seu aliado felino* 

- Es...pere... Vou... te sal.. var...

Ação:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
John Lessard
ADMINISTRADOR
avatar

Mensagens : 130

MensagemAssunto: Re: A Lenda das Cinco Essências | Gelo   Ter Out 09, 2018 1:43 pm


"Após a Chuva, A Terra Endurece"

Akami voltava a se engalfinhar com um dos bandidos, batendo com força em sua cabeça com a arma recém sacada. O homem cambaleou para o lado, tonto, com um corte na têmpora. Kenshin passava por de trás deste mesmo homem e golpeava novamente com sua katana um dos malfeitores que espancavam Guren. Mais uma vez sua lâmina retalhou a carne e tombou outro oponente. Misaki parecia perder a paciência com a pancada dolorida que recebera e por isso xingava em varukaru e depois de se afastar, liberou de suas mãos um leque de chamas que engolfou cinco bandidos. Dois deles saltaram para o lado, tendo apenas um pouco da pele queimada, porém outros três não tiveram tanta sorte e tombaram totalmente queimados.

Os homens pareciam assustados agora, desprevenidos, querendo fugir, quando Guren atacou como se matasse uma mosca sem grandes pretensões, o homem que acabava de se levantar, com um pedaço do braço queimado, fora acertado em cheio no rosto, tombando derrotado também. Os homens de olhos arregalados então miraram uns aos outros.

Citação :



- Fujam, fujam... Eles são muito poderosos!

Cada um então saiu em disparada, correndo em direções diferentes e pondo um fim ao combate.

Citação :
Todos recebem 300 XP

Citação :
Fichas e Status
Kenshin: <> PV 12/23 <> PM 8/8 <> CA 16/14 <> Condição:
Haru: <> PV 0/13 <> PM 10/10 <> CA 14/14 <> Condição:  caído.
Guren:
<> PV 26/29 <> PM 3/4 <> CA 19/19 <> Condição:
Akami: <> PV 7/12 <> PM 4/5 <> CA 19/19 <> Condição:
Misaki: <> PV 03/10 <> PM 4/13 <> CA 12/12 <> Condição:
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://forumdomamute.forumeiros.com
Aldenor
JOGADOR
avatar

Mensagens : 111
Localização : Curitiba

MensagemAssunto: Re: A Lenda das Cinco Essências | Gelo   Ter Out 09, 2018 3:26 pm

Misaki viu três caírem com os corpos cheios de bolhas e dois saírem chamuscados, com os braços enegrecidos e roupas em farrapos. Ela sorriu assoprando as mãos como se houvesse alguma fumaça a ser espalhada ali. Era um gesto de soberba e vitória, modos do continente.

Eles gritaram e começaram a sair por todos os lados como baratas, mas Misaki queria derrubar todos eles. Apontou um dedo para um deles e estava prestes a conjurar um jutsu poderoso, mas...

Hmmm, não vale a pena.

Comentou com um risinho debochado. Depois se aproximou de algum dos salteadores caídos e pensou em pilhá-los. Entretanto, olhou de relance o samurai e pensou que aquele costume não era muito bem visto entre os tamuranianos. Misaki suspirou e cruzou os braços deixando sua vontade de recolher espólios passar. Afinal, queria ser aceita pelo seu povo, então talvez tenha que abrir mão de certos costumes.

Então, se voltou ao henge Haru, ainda desacordado e seu "guardião" abominável. 

Então... hã... Guren, certo? Então, você tem mais um daqueles bálsamos pro Haru? Eu até conheço um jutsu capaz de fazê-lo acordar, mas os espíritos drenariam mais um pouco de chacra que me resta. Gostaria de me poupar durante essa viagem tortuosa...
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Padre Judas
MODERADOR
avatar

Mensagens : 142

MensagemAssunto: KENSHIN TOKUGAWA   Qua Out 10, 2018 11:34 am



O combate havia terminado tão rápido quanto começou. Os bandidos sobreviventes fugiram como os cães vadios que eram. O samurai limpou a lâmina de sua espada com um lenço e embainhou-a rapidamente. Olhou ao redor, para os oponentes caídos, assim como Haru. Aproximou-se do kaijin.

Kenshin Tokugawa
– Ele vai ficar bem?

Então olhou para Misaki.

Kenshin Tokugawa
– Misaki-kun lutou bem. Akami-kun também.

Por fim postou-se diante de Guren.

Kenshin Tokugawa
– És forte. Deixe Akami-kun cuidar de Haru-kun, preciso de sua ajuda. Vamos recolher os corpos dos bandidos mortos, enterrar suas cabeças e queimar o resto – devemos dar-lhes um funeral apropriado. Ajude também, Misaki-kun. Vou cuidar de arrancar as cabeças, nosso shinkan poderá fazer a cerimônia quando estiver recuperado. Guren-kun pode cavar um buraco? Não precisa ser muito fundo, só o suficiente para afastar carniceiros. Misaki-kun, recolha as cabeças que eu cortar.

Dito isso abaixou-se e verificou se um dos criminosos respirava. Ao ver que estava mesmo morto, sacou sua lâmina e cortou a cabeça com um único golpe. Prosseguiu com os demais.

_________________
Baú do Judas
Judasverso
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Chapéu Preto
JOGADOR


Mensagens : 23

MensagemAssunto: Re: A Lenda das Cinco Essências | Gelo   Qua Out 10, 2018 1:29 pm

Após Kenshin derrotar o inimigo à sua frente, Akami não conseguiu segurar o queixo caído que ficou. Ela realmente queria matá-lo com as próprias mãos, mas Kenshin foi mais rápido e preciso. No fim apenas suspirou enquanto pensava no motivo de ter falhado.

Alguns bandidos ainda estavam tentando fugir e como uma ninja, fora treinada para não deixar testemunhas, afinal, testemunhas sempre dificultam as coisas, todavia quando deu os primeiros passos para a perseguição, escutou:




Hmmm, não vale a pena.
Akami achou que Misaki houvesse falado a frase para ela e quando pensou em ignorar o conselho da companheira, escutou o elogio e o "pedido" do Kenshin, que  a fez mudar de ideia, impedindo-a de iniciar a perseguição.






Kenshin Tokugawa
– És forte. Deixe Akami-kun cuidar de Haru-kun, preciso de sua ajuda. Vamos recolher os corpos dos bandidos mortos, enterrar suas cabeças e queimar o resto – devemos dar-lhes um funeral apropriado. Ajude também, Misaki-kun. Vou cuidar de arrancar as cabeças, nosso shinkan poderá fazer a cerimônia quando estiver recuperado. Guren-kun pode cavar um buraco? Não precisa ser muito fundo, só o suficiente para afastar carniceiros. Misaki-kun, recolha as cabeças que eu cortar.
Achou engraçado ele preferir que a mestiça ajudasse a enterrar os mortos, mas entendeu que ela provavelmente não conseguiria proteger Haru no momento.

Citação :
- Me dê apenas um momento.

Antes de Akami ir cuidar de Haru, primeiramente dirigiu-se até o corpo que anteriormente havia acertado a shuriken para à recolher, mas aproveitou a situação para pilhar o corpo do inimigo caído. Após a pilhagem andou até Haru e sentou ao seu lado.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Padre Judas
MODERADOR
avatar

Mensagens : 142

MensagemAssunto: KENSHIN TOKUGAWA   Qua Out 10, 2018 10:04 pm



Kenshin vê Akami recolher pertences de um dos falecidos.

Kenshin Tokugawa
– Muito bem, Akami-kun. Vamos enterrar as cabeças com os pertences dos mortos, eles podem não ser destruídos pelo fogo e criarem a oportunidade para a desonra alheia. Me dê aqui, eu farei isso. Continue cuidando de Haru – use o bálsamo de nosso nakama.

O samurai estendeu a mão e esperou que a garota depositasse o que pegara do inimigo, com um rosto neutro. Somente após ela dar-lhe os objetos ele prosseguirá. Desta vez, entretanto, tomará o cuidado de retirar o quimono do próximo corpo e usá-lo para envolver todos os pertences dos inimigos. Não para o saque, mas para enterrar com as cabeças como seria apropriado.

_________________
Baú do Judas
Judasverso
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
DiceScarlata
JOGADOR
avatar

Mensagens : 108

MensagemAssunto: Re: A Lenda das Cinco Essências | Gelo   Qua Out 10, 2018 10:13 pm

GUREN



- Ha..ru... Machu..ca..do... 

*Pegou o Bálsamo o olhando confuso, conforme a maga e o samurai falavam com ele. Haru havia lhe dito que podiam confiar neles e de fato, eles espantaram os caras mals que feriram seu amigo. Então assentiu e entregou o bálsamo para a menina bonita* 

*Se levantou meio estoico e caminhou  para perto dos corpos. Com dificuldade exemplar contou os corpos e com enterradas firmes de suas mãos, cavou buracos para cada cabeça, como havia sido lhe ordenado* 

-
Co...vas... Que... Dai..Gun... os te... nha...

*Juntou as mãos em oração e fez uma leve reverência. Havia aprendido em um mosteiro, anos atrás sobre a familia celestial e aprendeu a louvá-los com muito respeito. Principalmente, o guerreiro divino* 


*Então voltou para perto de Haru* 

- Ha... ru...
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Chapéu Preto
JOGADOR


Mensagens : 23

MensagemAssunto: Re: A Lenda das Cinco Essências | Gelo   Qui Out 11, 2018 1:23 am

Akami estava feliz, tinha conseguido uma boa recompensa pelo combate e por isso estava quase saltitando para sua missão de proteger Haru, até o momento em que Kenshin surgira em sua frente lhe induzindo a entregar seu espólio. Tristeza.

Se Akami quisesse realmente fazer parte de um sentai, deveria deixar as situações um pouco mais agradáveis, pelo menos, no início. E por isso, fazendo um bico de desgosto, começou a entregar o pertence do falecido e quando terminou sorriu.

Citação :
- A Shuriken é minha Tokugawa-Sama...

Após o comentário, sem esperar que viesse qualquer possibilidade de se desfazer da sua Shuriken, Akami dá as costas para o companheiro e se aproximando do Kaijin, fala:

Citação :
- Não precisa se preocupar Guren, eu cuido dele agora, pode ir ajudar o... - Akami fala apenas para o Guren escutar.  -Chato-sama
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Aldenor
JOGADOR
avatar

Mensagens : 111
Localização : Curitiba

MensagemAssunto: Re: A Lenda das Cinco Essências | Gelo   Qui Out 11, 2018 10:50 am

Guren parecia tão atordoado que havia ignorado-a completamente. Mas Kenshin organizou todas as atividades dividindo tarefas para cada um deles. Misaki ainda ficou olhando para Guren um tanto ressentida.

O que há com esse cara, heim?

Comentou somente com Kenshin enquanto preparava-se para recolher as cabeças. Para ela, aquele costume era bastante selvagem, mas não comentaria sobre isso. Pegaria as cabeças pelos cabelos e, desviando o olhar com cara de nojo, jogaria nos buracos feitos pelo kaijin.

Kenshin ainda falou para Akami restaurar a saúde de Haru com o bálsamo de Guren e também a impediu de saquear os mortos. Claro que ele não falou proibitivamente, fingiu não entender que era essa a intenção daquela mulher. Muito estranho, ela usava shurikens, saqueava corpos... era uma tamuraniana pura, mas não parecia ter apreço à tão famosa "Honra".

Depois de terminar seu serviço com as cabeças, Misaki se encaminhou a Haru mancando.

E então, rapazinho fofo, tá melhor? Que tal agora fazer aqueles rituais bacanas para os ferimentos irem embora? Acho que meu joelho está destruído... he he he.

Disse, por fim, enquanto apontava para seu joelho.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Padre Judas
MODERADOR
avatar

Mensagens : 142

MensagemAssunto: KENSHIN TOKUGAWA   Qui Out 11, 2018 11:34 am



O que há com esse cara, heim?

Kenshin Tokugawa
– Hm? Guren-kun deve ter dificuldades com nosso idioma. Eu suponho que seja natural devido à sua... “condição”. Imagino que ele aprenderá melhor sobre isso quanto mais tiver a oportunidade de se comunicar. Lin-Wu ensina a ter paciência.

Ele sorri ao ver ela agarrar as cabeças com nojo. Kenshin havia participado de muitas batalhas e a morte era uma velha companheira para ele. Já fizera aquilo incontáveis vezes.

Kenshin Tokugawa
– Ainda é uma sorte. Antigamente, em minha... “vida anterior”... era mais provável que viajantes como nós nos deparássemos não só com bandoleiros, mas também pelotões inimigos inteiros. Então teríamos mesmo um problema.

Recolheu ele mesmo a última cabeça e jogou-a no buraco, junto com a trouxa dos pertences dos bandidos. Então acompanhou Misaki até Haru.

Kenshin Tokugawa
– Está melhor, Haru-kun? Como diz Misaki-kun, se puder nos conceder a benção dos espíritos seríamos gratos.

Após serem curados ele pedirá ao shinkan.

Kenshin Tokugawa
– Agora, Haru-kun, poderia oferecer uma oração pelos mortos? Enquanto isso vamos queimar os cadáveres. Guren-kun, pode cobrir as cabeças com terra agora.

Pegou um pedaço de tecido da roupa dos bandidos, enrolou-a em um graveto e ateou fogo com sua pederneira. Reuniu alguma madeira e folhagens da área e, após preparar a pira improvisada, ateou fogo.

Kenshin Tokugawa
– A fumaça emitirá um odor desagradável. Vamos realizar a cerimônia e partir.

_________________
Baú do Judas
Judasverso
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
John Lessard
ADMINISTRADOR
avatar

Mensagens : 130

MensagemAssunto: Re: A Lenda das Cinco Essências | Gelo   Qui Out 11, 2018 9:33 pm


"Após a Chuva, A Terra Endurece"

O combate enfim havia acabado tão rápido quanto começara e agora o grupo cuidava de seus ferimentos e também do passo a ser tomado a seguir. Kenshin, por sua posição, assumia com facilidade o papel de líder. Com bastante eficiência ele próprio cortou as cabeças dos corpos caídos e Misaki as colocou nos buracos cavados por Guren, com suas próprias mãos. Enquanto isso, Haru acordava no colo de Akami e assim, após queimar os pertences daqueles homens e realizar um pequeno ritual, o grupo seguia em frente.

O frio parecia aumentar gradativamente conforme avançava em direção ao norte. A paisagem se tornava mais branca e o frio mais impiedoso. Atravessaram um pequeno trecho sinuoso, rodeado de rochas cobertas de gelo, deixando a floresta para o outro lado, até que as árvores começaram a se fazerem presentes novamente, desta vez de ambos os lados, em maior número, afunilando o caminho e criando a cada passo uma sensação maior de distanciamento da civilização. Por fim, conseguiram ver no horizonte uma espécia de portão aberto. Ao se aproximarem perceberam que ele devia ter por volta de três metros e de ambos os lados um muro se estendia, todo feito de bambus. Uma placa branca, com ideogramas negros revelava que haviam finalmente chegado ao destino.

Era um vilarejo amplo, com casas simples em madeira e base de pedra. Um cheiro de chá e uma fumaça fria prometia conforto alguns metros em frente, num prédio maior, mais amplo. Olhares espiavam pelas frestas de portas deslizantes. Algumas figuras tentavam ver meio escondidas e curiosas os recém-chegados, porém todos notavam algo estranho. Mulheres e crianças... Não parecia haver nenhum sinal de homens.

Citação :
Fichas e Status
Kenshin: <> PV 12/23 <> PM 8/8 <> CA 16/14 <> Condição:
Haru: <> PV 5/13 <> PM 10/10 <> CA 14/14 <> Condição:
Guren:
<> PV 26/29 <> PM 3/4 <> CA 19/19 <> Condição:
Akami: <> PV 7/12 <> PM 4/5 <> CA 19/19 <> Condição:
Misaki: <> PV 03/10 <> PM 4/13 <> CA 12/12 <> Condição:
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://forumdomamute.forumeiros.com
Padre Judas
MODERADOR
avatar

Mensagens : 142

MensagemAssunto: KENSHIN TOKUGAWA   Sex Out 12, 2018 9:42 pm



Após o shinkan realizar os procedimentos de praxe para permitir aos espíritos seguirem seu caminho, eles prosseguiram. Chegaram finalmente a Howaito Shikīchi.

Kenshin Tokugawa
– Hm… onde estão os homens daqui? Bem, a maioria poderia estar nas minas, mas não há nenhum guarda…

Aproximou-se de uma casa em que percebeu alguém a olhar para eles. Bateu na porta e gritou para dentro.

Kenshin Tokugawa
– Sou Kenshin Tokugawa, samurai a serviço de Grande Lin-Wu! Fomos enviados pelos magistrados em Nishidori! Abra em nome do Imperador!

_________________
Baú do Judas
Judasverso
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Aldenor
JOGADOR
avatar

Mensagens : 111
Localização : Curitiba

MensagemAssunto: Re: A Lenda das Cinco Essências | Gelo   Sab Out 13, 2018 11:45 pm

O "sentai" continuou sua viagem depois dos ritos fúnebres que Kenshin tanto insistira. Misaki olhou aquilo tudo com curiosidade, pois sabia que era um ato honroso e decoroso para a cultura de sua mãe na qual ela também queria fazer parte. Tentou imitar os movimentos do samurai, o protótipo ideal de honra naquelas entre todos.

Depois seguiram adiante. Misaki pensou que seu grupo poderia ser muito diverso. Uma coisa era a apresentação formal no qual todos passaram no começo da contenda, outra coisa era se reconhecer durante a batalha. Kenshin mostrou-se claro e límpido como um livro aberto. Guren e Haru não tiveram uma atuação muito marcante, mas Akami foi quem mais lhe chamou atenção. Tinha certeza que ela não se importava com os valores tamuranianos e ficou curiosa em como Kenshin aceitava andar com ela sem nenhum tipo de reprimenda.


Disse em varukaru eventualmente para ninguém enquanto caminhava. Seus olhos miravam a paisagem, mas discretamente analisavam a todos.

Por fim, chegaram finalmente ao destino, o famoso Howaito Shikīchi. As pessoas pareciam amedrontadas e também curiosas. Como boas tamuranianas, enclausuraram sua vontade primitiva de encarar o desconhecido por causa do decoro. Misaki andou com o nariz em pé, sentindo-se em uma grande aventura como nas histórias. Mas talvez essa fosse uma sensação muito continental, tipicamente valkariana.

A ausência de homens era clara e logo foi comentada por Kenshin, que havia tomado para si a posição de guiar aquele grupo improvável.

Claro, lugar de mulher recatada é no lar, segundo os tamuranianos, estou certa? Homens devem trabalhar fora e morrer nas guerras.

Disse num tom irônico, dando de ombros. Kenshin logo alcançou uma casa para entrar em contato com os nativos. Misaki cruzou os braços puxando o capuz para se proteger do frio abusivamente maior que jamais sentira em Valkaria.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Padre Judas
MODERADOR
avatar

Mensagens : 142

MensagemAssunto: KENSHIN TOKUGAWA   Dom Out 14, 2018 12:08 am



Claro, lugar de mulher recatada é no lar, segundo os tamuranianos, estou certa? Homens devem trabalhar fora e morrer nas guerras.

Antes de aproximar-se da casa, Kenshin respondeu à nakama.

Kenshin Tokugawa
– É o que me diziam quando era garoto, mas minha mãe morreu em combate e minha esposa era uma bushi, então não posso falar muito sobre isso.

E sorriu de leve.

_________________
Baú do Judas
Judasverso
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
0_Sol
JOGADOR


Mensagens : 82

MensagemAssunto: Re: A Lenda das Cinco Essências | Gelo   Dom Out 14, 2018 7:35 pm

Era difícil falar.

Difícil colocar em palavras os sentimentos e sensações que lhe enchiam a mente e o coração.
O henge tão alegre e altivo, caminhava com um humor fúnebre.

Tentava recolocar os pensamentos no lugar.

O que tinha mesmo acontecido?
...

Arranjaram um trabalhinho para acompanhar uma missão que iria até o longínquo norte. Haru e seu amigo Guren, assumidamente uma dupla incomum.

Os primeiros dias foram tranquilos, sem riscos, nem conflitos, só horas e mais horas de caminhadas, alguns comentários sobre a distância, o clima, a paisagem....

Isso até chegarem a poucos quilômetros de seu destino, Howaito shikīchi.
Uma emboscada na beira da estrada.

Haru sentiu o cheiro no ar, percebeu a emboscada antes dos bandidos caírem sobre eles. Porém isso não foi suficiente. Antes que pudesse reagir aos assaltantes uma dor lancinante atingiu sua têmpora e então escuridão.

Imagens disformes, sonhos de dor, morte, vida, nada...

...

Quando o Shinkan abriu novamente os olhos tinha a cabeça apoiada no colo de Akami, mas a mente não estava no lugar.

Aproximara-se tanto dos espíritos que tinha dúvidas se estava vivo, ou não.

Mal pode responder quando falaram com ele.

Fez uma cerimonia em honra aos mortos. Mas seu coração não estava nas palavras, que soaram mecânica e sem vida.

Caminhou com os outros, calado, enquanto se aproximaram mais e mais de seu destino.

Quando a imagem daquele portão tocou os olhos de Haru, um arrepio lhe correu pela espinha.
Os arredores selvagens remetiam a espíritos mais poderosos e, finalmente, a mente de Haru desanuviou e os olhos focaram. Naquela placa branca, com ideogramas tão pretos, tão contrastantes, como a vida e a morte, mas que juntos formam o todo.

Vendo Kenshin e Misaki discutirem sobre o papel da mulher na sociedade Haru falou, depois de horas em silêncio.



Haru
- Companheiros, peço desculpas a todos. Precisei de algum tempo pra colocar tudo no lugar de novo.
- Permitam que eu faça algo por seus ferimentos.
*Uma brisa suave emana do corpo do Shinkan, que coloca as mãos em prece.*
- Oh, espíritos naturais representantes da força e da virtude, da energia e do infinito, revigorem meus companheiros, devolvam suas forças e recomponham seus corpos.
*Enquanto pulsos de energia passam pelos nakamas, Haru olha para Misaki*
- Perdoe esse gato por fazer com que tão bela donzela caminhasse essa distância toda com um ferimento no joelho.
Ação:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Aldenor
JOGADOR
avatar

Mensagens : 111
Localização : Curitiba

MensagemAssunto: Re: A Lenda das Cinco Essências | Gelo   Dom Out 14, 2018 7:52 pm

Kenshin trucou com um sorriso no rosto, mas Misaki retrucou com um sorriso mais provocante.

Nossa, Kenshin, não sabia que era tão rebelde... 

E piscou o olho para ele.

Haru, então, balançou a cabeça e tirou a poeira do corpo. Estava melhorando seu humor aos poucos e derramou sobre eles as bênçãos dos espíritos. Misaki fechou os olhos unindo as duas mãos espalmadas, inclinando o corpo para frente. Sentiu a dor do joelho quase desaparecer.

Depois abaixou-se para dar um beijo no rosto do gato.

Obrigada, Haru. É bom tê-lo de volta.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: A Lenda das Cinco Essências | Gelo   

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
A Lenda das Cinco Essências | Gelo
Voltar ao Topo 
Página 1 de 5Ir à página : 1, 2, 3, 4, 5  Seguinte
 Tópicos similares
-
» O Último Guardião: E a lenda começa
» Aniversário de a nossa Lenda!
» Elemento Secundário - Hyouton (Gelo)
» Missão Particular RANK D: O Resgate da Dimensão do Gelo!
» Lenda Dos Elementos

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Fórum do Mamute :: PbF (Play by Fórum) :: Campanhas :: Johnverse :: A Lenda das Cinco Essências-
Ir para: