InícioInício  CalendárioCalendário  FAQFAQ  BuscarBuscar  MembrosMembros  GruposGrupos  Registrar-seRegistrar-se  Conectar-se  

Compartilhe
 

 ATO II - O VALE SOB O OLHAR DO FEITICEIRO

Ir em baixo 
Ir à página : Anterior  1, 2, 3, 4, 5, 6, 7, 8, 9, 10  Seguinte
AutorMensagem
DiceScarlata
JOGADOR
DiceScarlata

Mensagens : 163

ATO II - O VALE SOB O OLHAR DO FEITICEIRO - Página 8 Empty
MensagemAssunto: Re: ATO II - O VALE SOB O OLHAR DO FEITICEIRO   ATO II - O VALE SOB O OLHAR DO FEITICEIRO - Página 8 EmptySab Dez 29, 2018 5:58 am

Angra dos Cabelos de Fogo!

ATO II - O VALE SOB O OLHAR DO FEITICEIRO - Página 8 2mzcz2f

- EI!!!!!!

*Angra urrou enquanto girava a lança em mãos. Fez questão que a criatura a encara-se. Quando o fez, saltou. Pisou em seu joelho ganhando altura, erguendo-se majestosa a frente de sua face. Então usou o peso de sua queda para enterrar a lança fundo em seu peito, enquanto "montava" sobre o corpo do inimigo* 

-
SE ME ENTENDE, INIMIGO, RESPONDA! DÊ-ME SEU NOME!!

*Agarrou o pelo queixo enquanto a lança era arrancada do peito*  

-
SEU NOME!!!

AÇÃO:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
John Lessard
ADMINISTRADOR
John Lessard

Mensagens : 201

ATO II - O VALE SOB O OLHAR DO FEITICEIRO - Página 8 Empty
MensagemAssunto: Re: ATO II - O VALE SOB O OLHAR DO FEITICEIRO   ATO II - O VALE SOB O OLHAR DO FEITICEIRO - Página 8 EmptySab Dez 29, 2018 10:46 am

Parte 4 - A Torre do Feiticeiro

ATO II - O VALE SOB O OLHAR DO FEITICEIRO - Página 8 7cec14b12cca28aafcb3a161a333a698

Com um ataque espetacular, Angra afundou sua lança no peito do ogro fundo e girou. A besta olhou aquilo de relance, num misto de surpresa e incredulidade. O sangue negro e grosso escorreu mais uma vez. Seus dedos se afrouxaram, deixando o tacape cair no chão. Recuou alguns passos, caiu de joelhos e finalmente tombou com seu rosto virado para o chão. O grupo tinha vencido enfim, o guardião da torre. Angra, entretanto, nunca soube seu nome.

Roselynn pegou um olhar de todas, principalmente de Cecília e avançou para a porta. Estava trancada e com mais ou menos dois minutos analisando, constatou que não havia armadilhas ali. A moreau então dobrou o joelho no chão e puxou seu kit de ferramentas da cintura. Passou mais alguns minutos remexendo na fechaduras com extremo cuidado, movendo suas gazuas com delicadeza, quando enfim todas ouviram um clic. Um leve empurrão fez a porta deslizar. Entraram uma a uma, Cecília vira no último instante com canto de olho que, na cintura do ogro caído, havia uma chave.

O interior da torre revelou um salão vazio e circular. O chão era de madeira e a única luz provinha de Azgher, passando pela porta agora aberta. No canto esquerdo havia um alçapão no chão, fechado, a porta feita de madeira e rebites de ferro. Em frente, uma escada circular, grudada a parede da torre, levando ao próximo andar.

Citação :
Rolselynn +150 XP
Angra +120 XP
Ikarus +120 XP
Cecília +120 XP
Delilah +120 XP

Citação :
Fichas e Status
Roselynn: <> PV 19/19 <> CA 16/16 <> PM 0/0 <> PE: 0/0 <> PA: 1 <> Condição:
Cecília: <> PV 14/14 <> CA 21/13 <> PM 8/13 <> PE: 0/0 <> PA: 1 <> Condição:
Angra: <> PV 25/29 <> CA 19/19 <> PM 0/0 <> PE: 3/3 <> PA: 3 <> Condição:
Ikarus <> PV 24/24 <> CA 18/18 <> PM 11/11 <> PE: 0/0 <> PA: 1 <> Condição:
Delilah: <> PV 16/22 <> CA 18/18 <> PM 0/0 <> PE: 3/3 <> PA: 1 <> Condição:
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://forumdomamute.forumeiros.com
Aldenor
JOGADOR
Aldenor

Mensagens : 132
Localização : Curitiba

ATO II - O VALE SOB O OLHAR DO FEITICEIRO - Página 8 Empty
MensagemAssunto: Re: ATO II - O VALE SOB O OLHAR DO FEITICEIRO   ATO II - O VALE SOB O OLHAR DO FEITICEIRO - Página 8 EmptySab Dez 29, 2018 12:52 pm

Cecília viu a chave e então entendeu que o ogro era um guardião da torre. Fazia mais sentido do que um ogro aleatório que atacara o grupo perto da torre de um feiticeiro poderoso. Resmungando por não ter pensado nisso antes de assentir para Rose abrir a porta, a jovem esperou Angra entrar para segui-la, fazendo questão de adentrar a torre antes de Ikarus e Delilah.

Uma vez lá dentro, Cecília decepcionou-se.

ATO II - O VALE SOB O OLHAR DO FEITICEIRO - Página 8 OuRT1cCTsc. Feiticeiro preguiçoso, não tem nem uma mobília útil. 

Cecília tirou uma tocha e acendeu um fogo para iluminar o ambiente. Estava ansiosa para seus poderes dracônicos fazerem seus olhos acostumarem-se com os diferentes níveis de escuridão.

Viu a escada e o alçapão e desejou ver primeiro o caminho para baixo.

ATO II - O VALE SOB O OLHAR DO FEITICEIRO - Página 8 OuRT1cCQue tal irmos pra baixo primeiro? Depois é só subida... O feiticeiro deve estar lá em cima, ou, sei lá... do jeito que parece ser desleixado, não duvido de preferir dormir numa caverna úmida no subsolo.

Cecília estava enfezada com a luta na qual não fez a menor diferença. Ainda se sentia culpada pelo olho de Angra e queria mostrar que podia tudo. Afinal, era a Rainha Eterna. Quando enfrentasse o feiticeiro, usaria todo seu poder...
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
DiceScarlata
JOGADOR
DiceScarlata

Mensagens : 163

ATO II - O VALE SOB O OLHAR DO FEITICEIRO - Página 8 Empty
MensagemAssunto: Re: ATO II - O VALE SOB O OLHAR DO FEITICEIRO   ATO II - O VALE SOB O OLHAR DO FEITICEIRO - Página 8 EmptyTer Jan 01, 2019 6:40 pm

Angra dos Cabelos de Fogo!

ATO II - O VALE SOB O OLHAR DO FEITICEIRO - Página 8 2mzcz2f

- Obrigado Rose. 

*Após agradecer Rose pela porta, Angra ofereceu uma pequena reza ao monstro que protegia o local. Tinha duas pernas, dois braços e um coração. Thyatis diz que não se deve matar criaturas inteligentes... Mas essa distinção é justa? Uma vida baseada no intelecto como o entendemos é mais preciosa que outro? Ele empunhava armas, ele cumpria uma missão. Não era diferente de qualquer guerreiro* 


- Não há morte, meu amigo. 

*Fechou os olhos do monstro e limpou a lança do sangue. Caminhou até a porta sem medo* 


- Muito bem, vamos descer. Meu ímpeto me faria marchar até o feiticeiro, mas conhecer sua torre, nos fará conhecê-lo... Isso já é vencer metade da batalha. 

*Com expressão seria, acariciou os cabelos de Cecilia e passou a frente* 


- Rose, fique a meu lado, preciso que busque armadilhas. Delilah atrás, prepare-se para trocar de posição com rose se necessário. Celilia e Ikarus juntas. Se ajudem. 

*E dirgiu-se aos andares inferiores* 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
John Lessard
ADMINISTRADOR
John Lessard

Mensagens : 201

ATO II - O VALE SOB O OLHAR DO FEITICEIRO - Página 8 Empty
MensagemAssunto: Re: ATO II - O VALE SOB O OLHAR DO FEITICEIRO   ATO II - O VALE SOB O OLHAR DO FEITICEIRO - Página 8 EmptyTer Jan 01, 2019 10:01 pm

Parte 4 - A Torre do Feiticeiro[/b]

ATO II - O VALE SOB O OLHAR DO FEITICEIRO - Página 8 7cec14b12cca28aafcb3a161a333a698

Concordando com a ideia de Cecília, Angra guiou o grupo para o alçapão. A porta pesada estava aberta e apesar de pesada foi levantada. Um cheiro de podre subiu com força e bateu contra o rosto de todas, numa mistura de carne podre e mofo. Desceram por uma escada de madeira precária e não demorou muito para se verem com água até a altura da barriga. A água era lodosa, pegajosa e fedorenta. Cecília carregava uma tocha, a rodando, tentando iluminar o ambiente ao todo. Parecia que alguma coisa flutuava na água, não, com certeza eram muitas coisas. Algo encostou mo braço de Delilah, seu olhar abaixou-se... Era um crânio pequeno, com às órbitas vazias, mas alguns resquícios de carne ainda e fiapos de cabelo molhado.

Ikarus e Roselynn foram as únicas que perceberam a aproximação das coisas pela água.

ATO II - O VALE SOB O OLHAR DO FEITICEIRO - Página 8 Nova_i10

Saltaram, com suas peles cinza, moles e úmidas. As garras pútridas abertas e a bocarra escancarada com presas nojentas, adornadas com uma língua prominente, que balançava de um lado para o outro ansiando por carne.  O primeiro deles avançou contra Angra, sua boca nojenta afundou seus dentes medonhos perto da garganta. A guerreira viu seu gorjal se esfacelar em anéis metálicos, enquanto seu corpo fraquejava, sentiu seus músculos endurecerem enquanto o sangue escorria, porém se manteve firme, apesar da dor e podridão.

Outro saltou das profundezas perto de Delilah. A boca se fechou em seu braço, as presas fechando-se na carne, enquanto uma das garras destroçava seu flanco. O sangue fresco tingia a água, enquanto seu corpo ameaçava amolecer e cair. Outros dois avançaram em direção a Ikarus e Cecília. O primeiro tentou morder a elfa, que desviou para o lado, o seguinte teve mais sorte. Sua boca destroçou o ombro da elfa do céu, mastigando sua carne, sentindo seu gosto. A elfa também sentiu os músculos enrijecerem, mas manteve se firme. Um deles tentou agarrar Cecília que empurrou as garras para o lado, enquanto o seguinte estilhaçou sua armadura mística com suas garras e consequentemente, sua carne. A feiticeira sentiu as pernas bambas, a náusea, olhou e viu o abdômen no nível da água e o sangue se espalhando.

ATO II - O VALE SOB O OLHAR DO FEITICEIRO - Página 8 Porzeo10

Citação :

Angra sofreu 5 pontos de dano, gastando seu Duro de Ferir, Delilah sofreu 12 pontos de dano, Ikarus sofreu 8 pontos de dano, Cecília sofreu 12 pontos de dano

Iniciativa :
 

Notas do Mestre:
 



Citação :
Fichas e Status
Roselynn: <> PV 19/19 <> CA 16/16 <> PM 0/0 <> PE: 0/0 <> PA: 1 <> Condição:
Cecília: <> PV 2/14 <> CA 21/13 <> PM 8/13 <> PE: 0/0 <> PA: 1 <> Condição:
Angra: <> PV 23/29 <> CA 19/19 <> PM 0/0 <> PE: 2/3 <> PA: 3 <> Condição:
Ikarus <> PV 16/24 <> CA 18/18 <> PM 11/11 <> PE: 0/0 <> PA: 1 <> Condição:
Delilah: <> PV 4/22 <> CA 18/18 <> PM 0/0 <> PE: 3/3 <> PA: 1 <> Condição:
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://forumdomamute.forumeiros.com
fantasmageek
JOGADOR


Mensagens : 27

ATO II - O VALE SOB O OLHAR DO FEITICEIRO - Página 8 Empty
MensagemAssunto: Re: ATO II - O VALE SOB O OLHAR DO FEITICEIRO   ATO II - O VALE SOB O OLHAR DO FEITICEIRO - Página 8 EmptyTer Jan 15, 2019 10:26 pm

Roselynn seguiu com todas e adentrou a Torre, os olhos atentos, se aproximou de Angra e desceu para o próximo nível.

Logo sentiu água as cercando, e na escuridão bruxuleante da tocha, viu formas difusas e monstruosas:

ATO II - O VALE SOB O OLHAR DO FEITICEIRO - Página 8 Screen10 - Vocês estão vendo isso também...?
 
Quando virou-se para as companheiras, a visão que lhe foi resposta estava tingida de vermelho e gemidos de dor e a fúria das águas movimentadas pelo ataque encheram seus ouvidos.

"São eles."
"É o fim."
"Fuja enquanto se alimentam da carne das outras."
"Viva para mais um dia."
"Seu fim não é aqui."


Foi para trás se afastando. Viu a Rainha desfalecer-se, tudo tornando-se uma confusão de carne e sangue, dor e sofrimento. Levantou o arco e tentou atirar no que se aproximava da Rainha, contudo a flecha lhe traiu e não atingiu o inimigo, perdendo-se na confusão das águas, sem causar dano algum, diferente daquelas criaturas terríveis.

"FUJA!"
"CORRA!"


Todas as vozes diziam a mesma coisa, em tons urgentes lhe competiam a correr. Sentia em seus pêlos a urgência de se afastar não só da água, mas como da batalha e da emboscada sofrida.

Respirou o fundo e firmou o pé, mesmo que tudo lhe dissesse para fugir. O fim delas não seria aqui.

Spoiler:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Aldenor
JOGADOR
Aldenor

Mensagens : 132
Localização : Curitiba

ATO II - O VALE SOB O OLHAR DO FEITICEIRO - Página 8 Empty
MensagemAssunto: Re: ATO II - O VALE SOB O OLHAR DO FEITICEIRO   ATO II - O VALE SOB O OLHAR DO FEITICEIRO - Página 8 EmptyQua Jan 16, 2019 4:39 pm

Enquanto desciam ao subsolo, Cecília ia se acostumando aos poucos com o remorso que sentira, não apenas por não entender os sentimentos de Angra, mas pela vida que tirou de um kobold rendido como se fosse nada. Aquilo não podia mesmo estar certo.

Roselyn havia percebido seu conflito interno notando sua tristeza e lhe dedicou um gesto pueril, singelo: uma fruta. Porém, por mais amassada que estivesse, teve um gosto especial. Cecília não lembrava se havia sorrido ao receber a fruta, ou se havia apenas aceitado e comido sem olhar para a moreau. Agora se arrependia disso. Sentia que devia dar mais valor a ela.

ATO II - O VALE SOB O OLHAR DO FEITICEIRO - Página 8 OuRT1cCO-obrigada, Rose.

Disse do nada, antes delas encontrarem um chão alagado com o odor pútrido. Cecília talvez tivesse agradecido anteriormente, mas sentiu necessidade de fazê-lo de novo. Devia de fato controlar suas emoções, pois seu poder era grande e crescente e podia sair do controle.

Então, criaturas humanoides ergueram-se das águas nojentas exalando um cheiro de morte. Sem prestar atenção, Cecília fora pega de surpresa. Uma tentou-lhe agarrar, mas não conseguiu superar a barreira mística. Outro, ao mesmo tempo, abriu uma fenda com suas garras e abriu cortes profundos em seu abdômen. Cecília grunhiu de dor e de nojo ao ver seu sangue misturar-se à água suja.

ATO II - O VALE SOB O OLHAR DO FEITICEIRO - Página 8 OuRT1cCNnnnggg!!! Droga!

Roselyn tentou atirar em um dos monstros, mas seu virote não perfurou a carne pútrida. Encurralada, a moreau saiu de lá e Cecília decidiu ir atrás dela. Antes, Ikarus lhe curou com o toque morno e límpido da Fênix. A jovem feiticeira agradeceu com um olhar incisivo antes de seguir com Roselyn.

Posicionando-se ao lado da moreau, Cecília dedicou-lhe um sorriso doloroso. 

Ergueu o braço direito e despejou um ataque cortante com sua onda dourada. A criatura é partida em duas em uma diagonal sangrenta. Seu corpo pútrido retornou de onde viera.

Ação de Cecília escreveu:
Movimento: se desloca para f-0
Padrão: usa lâmina invisível menor com 22 (crítico de 19 no dado), dano 10 (20 pelo crítico) no inimigo em e-3
Reação: se for atingida, usará sua Luta Galante para tentar evitar o dano.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
John Lessard
ADMINISTRADOR
John Lessard

Mensagens : 201

ATO II - O VALE SOB O OLHAR DO FEITICEIRO - Página 8 Empty
MensagemAssunto: Re: ATO II - O VALE SOB O OLHAR DO FEITICEIRO   ATO II - O VALE SOB O OLHAR DO FEITICEIRO - Página 8 EmptyQua Jan 16, 2019 9:56 pm

Parte 4 - A Torre do Feiticeiro[/b]

ATO II - O VALE SOB O OLHAR DO FEITICEIRO - Página 8 7cec14b12cca28aafcb3a161a333a698

Roselynn via uma de suas flechas quebrar-se, então afastou-se, tentando vencer o impedimento das águas podres. Cecília lhe seguiu, logo em seguida liberou uma lâmina dourada na vertical, atingindo um dos mortos vivos, o partindo em dois sem esforço num golpe mágico perfeito. Vários deles então se amontoaram sobre Ikarus, uma vez que haviam perdido um alvo. A elfa tentava se defender da melhor maneira possível, se protegendo com seus braços, quando uma garra ultrapassou suas defesas e dilacerou sua carne. Mais sangue na água pútrida.

Citação :
Ikarus sofreu 6 pontos de dano

Outro deles avançou contra Angra novamente, que o empurrou de novo com seu escudo. Delilah, entretanto, não tivera a mesma sorte. O morto-vivo saltou contra seu pescoço, a boca repleta de dentes podres aberta, afundou-se na carne. Seus olhos saltaram, quando o sangue verteu farto. A mulher de cabelos brancos amoleceu o corpo, os braços caíram como os de um boneco. Afundou na água suja. Se ainda estivesse viva, morreria afogada dentro em breve.

Citação :
Delilah sofreu 16 pontos de dano, gasta 1 PA e cura 3 evitando sua morte. Morrerá afogada em 1 rodada (seu mod. de CON)

ATO II - O VALE SOB O OLHAR DO FEITICEIRO - Página 8 WZYjdJe

Iniciativa :
 

Notas do Mestre:
 



Citação :
Fichas e Status
Roselynn: <> PV 19/19 <> CA 16/16 <> PM 0/0 <> PE: 0/0 <> PA: 1 <> Condição:
Cecília: <> PV 10/14 <> CA 21/13 <> PM 8/13 <> PE: 0/0 <> PA: 1 <> Condição:
Angra: <> PV 23/29 <> CA 19/19 <> PM 0/0 <> PE: 2/3 <> PA: 3 <> Condição:
Ikarus <> PV 10/24 <> CA 18/18 <> PM 11/11 <> PE: 0/0 <> PA: 1 <> Condição:
Delilah: <> PV -9/22 <> CA 18/18 <> PM 0/0 <> PE: 2/3 <> PA: 0 <> Condição:
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://forumdomamute.forumeiros.com
DiceScarlata
JOGADOR
DiceScarlata

Mensagens : 163

ATO II - O VALE SOB O OLHAR DO FEITICEIRO - Página 8 Empty
MensagemAssunto: Re: ATO II - O VALE SOB O OLHAR DO FEITICEIRO   ATO II - O VALE SOB O OLHAR DO FEITICEIRO - Página 8 EmptyQui Jan 17, 2019 10:35 am

Angra dos Cabelos de Fogo!

ATO II - O VALE SOB O OLHAR DO FEITICEIRO - Página 8 2mzcz2f

*Tudo havia acontecido rápido demais. "Não", Angra percebeu. Ela fora lenta demais. Recuara zonza e nauseada quando dentes se afastaram de sua carne ensanguentada. Luzes, flechas voavam para todos os lados, enquanto um dos mortos vivos caia...* 

*...Tal qual sua aliada* 

-
Droga... Droga... Droga...

*Respirou fundo. Cecilia caindo. Jackson morrendo. Tudo de novo. Precisava respirar. Ergueu o escudo e o atingiu na própria face. Retomou o controle conforme limpava o sangue que brotou do lábio. Antes de jogaria sobre os inimigos em fúria ou carregaria o mundo nas costas sozinha para salvar Delilah. Mas não. Precisava ser inteligente... Guiá-las. Ser uma lider. Não há morte*

- Não há morte. NÃO HÁ MORTE!!!!!!!!!!

*Sua lança zuniu como um ferrão e perfurou a coxa do pútrido que não vencera seu escudo. Arrancou a lança do ferimento com brutalidade em um giro em parafuso, ante de se abaixar e esticar a lança em diagonal rumo a face da besta que havia ferido Delilah. Escudo acima da cabeça. Lança esticada. O rosto do inimigo destroçado e a lança despontando do outro lado, através do crânio. Não há morte... Exceto para eles* 

-
IKARUS! DEIXO DELILAH EM SUAS MÃOS! FORMAÇÃO ESCUDO SOLAR!!

*Angra recuou, erguendo seu escudo em posição alta, firmando os pés na agua, adquirindo estabilidade. Sua postura protetora, garantindo que a amiga cumpriria seu papel sem medo. Escudo solar. Um estado em que Angra se concentra apenas em defender e ikarus em curar. Juntas eram um porto seguro, oferecendo proteção e recuperação ao mesmo tempo. Contra mortos vivos, também significava uma lenta e total destruição dos mesmos* 


- ROSE! CECIL!! DESTRUAM O QUE FERI!! ENTÃO JUNTEM-SE A FORMAÇÃO!! DEVEMOS FICAR JUNTAS!! A LUZ QUEIMARÁ AS TREVAS UMA VEZ MAIS!! TODOS ELES.... NENHUMA DE NÓS!!!!

*Angra bradava, em furor. Anunciava a perfeita vitória: Todos derrotados e nenhuma perta. Essa seria sua guerra agora.*

AÇÃO:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
fantasmageek
JOGADOR


Mensagens : 27

ATO II - O VALE SOB O OLHAR DO FEITICEIRO - Página 8 Empty
MensagemAssunto: Re: ATO II - O VALE SOB O OLHAR DO FEITICEIRO   ATO II - O VALE SOB O OLHAR DO FEITICEIRO - Página 8 EmptyQui Jan 17, 2019 8:50 pm

Elas haviam reunido forças e começavam a devolver todo o dano infligido. Uma das criaturas já havia caído, e outra estava ferida. Contudo tal retaliação também acompanhava o baque do corpo de Delilah na água. Estaria morta?


"Logo será seu corpo."
"Não há escapatória."
"Como pretende vencer o Branco se mal vence simples servos?"
"Água e sangue coroarão seu sepultamento."
"Todos irão morrer."
"Essa torre é apenas um dos pilares Deles."
"Vencida pelas Serpentes."
"Elas envolverão sua carne."
"Estraçalharão seus ossos."
"Se alimentarão de seu sangue."
"Todas perecerão"


Inconscientemente Roselynn esticou a mão livre para a Rainha, brevemente tocando os dedos da companheira antes de perceber o reflexo. O que estava fazendo?


"Fraca!"
"Covarde."
"Medrosa!"


Balançou a cabeça e levantou o arco. Devia apenas se focar no presente. Apesar do desgosto, concentreou-se o cheiro pútrido que as cercava e no sabor das águas misturada ao sangue que respingavam em sua face, movimentando-se com o mesmo espírito selvagem do combate.
Já havia vencido e escapado da morte muitas vezes, essa não seria a primeira nem a última que seus medos e as vozes lhe condenavam. Mas ela sempre mostrava o porquê delas estarem erradas.
Atirou a flecha e sorriu com o resultado. A ponta afiada criara a passagem necessária para se fincar na carne da criatura. Sangue jorrava enquanto a mesma dava seus últimos gritos agonizantes de dor antes de tombar.
Aproximou-se do grupo e conferiu o trabalho feito, seu inimigo agora era apenas uma imagem difusa embaixo das águas escuras. Alargou o sorriso, saboreando o breve segundo em que sua mente ficou tranquila.


"Como se derrubar apenas uma criatura fosse o suficiente."


Antes que tudo voltasse a baderna de antes. Bufou e ajeitou o cabelo grudado no rosto, percebendo que isso apenas fez com que se sujasse com o que quer que estivesse mais naquela água. Revirou os olhos. É, seria uma longa missão a frente.

Spoiler:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
0_Sol
JOGADOR


Mensagens : 102

ATO II - O VALE SOB O OLHAR DO FEITICEIRO - Página 8 Empty
MensagemAssunto: Re: ATO II - O VALE SOB O OLHAR DO FEITICEIRO   ATO II - O VALE SOB O OLHAR DO FEITICEIRO - Página 8 EmptySab Jan 19, 2019 9:52 pm

Ikarus estrou na água meio a contragosto. A ideia de entrar num buraco apertado onde não poderia voar a incomodava. Ter água até a cintura não melhorava em nada a situação. Era difícil de se mexer, era difícil lutar, era difícil ficar em paz na vida!!!

Quando os monstros apareceram foi só a cereja do bolo.

Aquelas coisas horrendas se moviam de uma maneira asqueroso e detestável. Era quase inteiramente o oposto do que ela sentia dentro de si.

Quando as garras rasgaram a carne de Cecilia a suas companheiras a elfa usou de seus poderes para devolver vitalidade da feiticeira.

Porém, o terror tornou-se real quando o sangue de Delillah se espalhou pela água, a caçadora caindo inerte.

Angra gritou suas ordens e a elfa obedeceu!

Ikarus agarrou a companheira retirando o rosto dela da água e virando sua face para a dela.
Ao mesmo tempo usou seus poderes para restaurar a vida da aliada abatida

ATO II - O VALE SOB O OLHAR DO FEITICEIRO - Página 8 1JgFJE1- Que o Calor e a Luz de Azgher fechem suas feridas e curem seu corpo. Curar Ferimentos Leves
Ao mesmo tempo ativou aquele que era o poder curativo mais caloroso que possuía. Uma aura de calor tomou os arredores da elfa. Curando suas companheiras feridas, e somando a sua magia.

Lentamente Delilah abriu os olhos. A consciência voltando ao corpo, reativando os sentidos.

Ikarus sorria olhando para a aliada que despertava
ATO II - O VALE SOB O OLHAR DO FEITICEIRO - Página 8 1JgFJE1- Rise and Shine Sunshine!

Ação:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Aldenor
JOGADOR
Aldenor

Mensagens : 132
Localização : Curitiba

ATO II - O VALE SOB O OLHAR DO FEITICEIRO - Página 8 Empty
MensagemAssunto: Re: ATO II - O VALE SOB O OLHAR DO FEITICEIRO   ATO II - O VALE SOB O OLHAR DO FEITICEIRO - Página 8 EmptySab Jan 19, 2019 11:53 pm

Depois da derrocada de uma das criaturas putrefaças, Roselyn se aproximou de Angra. A líder queria todas perto de si para que seu escudo alcançasse todas. Cecília permitiu-se a um leve sorriso e se aproximou arrastando suas penas na água imunda.

ATO II - O VALE SOB O OLHAR DO FEITICEIRO - Página 8 OuRT1cCJuntas, então!

Posicionando-se atrás da cavaleira, Cecília golpeou o ar com seu braço, num ataque de arco como uma espada e mais um inimigo partiu-se ao meio.

Sorriu. Matava uma criatura que não era gente, então não devia haver algum problema.

ATO II - O VALE SOB O OLHAR DO FEITICEIRO - Página 8 OuRT1cC... não é?

Ação de Cecília escreveu:
Movimento: se desloca para c-1
Padrão: usa um ataque com lâmina invisível menor no lacedon em c-3. Ataque 17, dano 17. Morreu!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
John Lessard
ADMINISTRADOR
John Lessard

Mensagens : 201

ATO II - O VALE SOB O OLHAR DO FEITICEIRO - Página 8 Empty
MensagemAssunto: Re: ATO II - O VALE SOB O OLHAR DO FEITICEIRO   ATO II - O VALE SOB O OLHAR DO FEITICEIRO - Página 8 EmptyDom Jan 20, 2019 11:47 am

Parte 4 - A Torre do Feiticeiro

ATO II - O VALE SOB O OLHAR DO FEITICEIRO - Página 8 7cec14b12cca28aafcb3a161a333a698

Angra girou sua lança perfurando uma das criaturas, se moveu logo em seguida, com certa dificuldade. Parou e afundou a ponta da lança na face da seguida, a fazendo afundar derrotada na água. Roselynn assentiu para a ordem e perfurou a garganta de outro com uma flecha certeira, derrubando mais um. Ikarus fora rápida em levantar Delilah do fundo das águas pútridas, conjurando um milagre de cura, seguido pela emanação de uma onda de energia dourada que curava os ferimentos de todas e queimavam a pele das criaturas. Cecília se aproximou das demais e levantou seu braço num ataque. A lâmina dourada de vento cortou a água e partiu outro monstro ao meio. O sangue e tripas podres se espalharam pela água.

As criaturas ensandecidas pularam contra Ikarus, tentando lhe morder e retalhar sua carne com suas garras mortas. A elfa tentava afastá-las da melhor maneira possível com suas asas, mas elas estavam muito perto, podia até sentir o cheiro de morte vindo de suas bocas abertas. Se não estivesse na formação Escudo Solar, talvez encontrasse seu fim.

ATO II - O VALE SOB O OLHAR DO FEITICEIRO - Página 8 Porzeo10

Iniciativa :
 

Notas do Mestre:
 



Citação :
Fichas e Status
Roselynn: <> PV 19/19 <> CA 16/16 <> PM 0/0 <> PE: 0/0 <> PA: 1 <> Condição:
Cecília: <> PV 13/14 <> CA 21/13 <> PM 8/13 <> PE: 0/0 <> PA: 1 <> Condição:
Angra: <> PV 26/29 <> CA 19/19 <> PM 0/0 <> PE: 2/3 <> PA: 3 <> Condição:
Ikarus <> PV 13/24 <> CA 18/18 <> PM 10/11 <> PE: 0/0 <> PA: 1 <> Condição: Aura [9 rodadas]
Delilah: <> PV 3/22 <> CA 18/18 <> PM 0/0 <> PE: 2/3 <> PA: 0 <> Condição:
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://forumdomamute.forumeiros.com
DiceScarlata
JOGADOR
DiceScarlata

Mensagens : 163

ATO II - O VALE SOB O OLHAR DO FEITICEIRO - Página 8 Empty
MensagemAssunto: Re: ATO II - O VALE SOB O OLHAR DO FEITICEIRO   ATO II - O VALE SOB O OLHAR DO FEITICEIRO - Página 8 EmptySeg Jan 21, 2019 11:10 am

Angra dos Cabelos de Fogo!

ATO II - O VALE SOB O OLHAR DO FEITICEIRO - Página 8 2mzcz2f

- Magnifico! Cecilia! Ikarus! Rose!!

*Angra pisou sobre cadáveres, posicionando seu escudo mais para a próximo de sua aliada alada. Ergue a lança e a mergulhou em um golpe certeiro na garganta da criatura pútrida* 

-
 Delilah!!! FINALIZE!!

*Sabia que o poder da cura de Ikarus seria mais que suficiente para devolvê-la ao combate. Era hora de terminar aquilo*


ação:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Fenris
JOGADOR
Fenris

Mensagens : 77

ATO II - O VALE SOB O OLHAR DO FEITICEIRO - Página 8 Empty
MensagemAssunto: Re: ATO II - O VALE SOB O OLHAR DO FEITICEIRO   ATO II - O VALE SOB O OLHAR DO FEITICEIRO - Página 8 EmptySeg Jan 21, 2019 2:00 pm

A mulher levantou, ainda zonza, cimitarra na mão esquerda. Antes mesmo de se reacostumar com o ar ou com a luz em seus olhos, ela já estava atacando, o corte no peito da criatura afetando o inimigo, mas não o matando. Ainda se recuperava, tentando recobrar os movimentos.

Piscou duas vezes, a dor tornando todo seu corpo bambo e dormente.

Citação :
Vai para C4 e ataca o inimigo em D4. 4 de dano.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
fantasmageek
JOGADOR


Mensagens : 27

ATO II - O VALE SOB O OLHAR DO FEITICEIRO - Página 8 Empty
MensagemAssunto: Re: ATO II - O VALE SOB O OLHAR DO FEITICEIRO   ATO II - O VALE SOB O OLHAR DO FEITICEIRO - Página 8 EmptyTer Jan 22, 2019 11:05 pm

Roselynn assentiu, sentindo o chamado de Angra e a segurança conferida pela presença das companheiras. Até Delilah agora já atacava.


"Ela está usando vocês."
"Mate-a enquanto está fraca."
"Não, não, fuja!"
"Derrote a todos."
"Aproxime-se dela"
"Ela a enganará"
"Você é fraca"
"Gata assustada."


A Moreau bufou, revirando os olhos armou mais uma vez o arco, mirando no inimigo que suas companheiras já haviam ferido.

Custa vocês concordarem em algo uma vez só?

Ela ouviu as risadas ecoando, irritada, e atirou no alvo. Semicerrou os olhos para a figura caindo na água. Mais sujeira boiando ao seu redor.


"Nojento."


Spoiler:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Aldenor
JOGADOR
Aldenor

Mensagens : 132
Localização : Curitiba

ATO II - O VALE SOB O OLHAR DO FEITICEIRO - Página 8 Empty
MensagemAssunto: Re: ATO II - O VALE SOB O OLHAR DO FEITICEIRO   ATO II - O VALE SOB O OLHAR DO FEITICEIRO - Página 8 EmptyQua Jan 23, 2019 3:21 pm

A última criatura caía morta. Cecília sorriu pelo desfecho daquela luta e olhou de soslaio para Delilah com empáfia.


ATO II - O VALE SOB O OLHAR DO FEITICEIRO - Página 8 OuRT1cCQuer um bálsamo, queri...

... então, ela notou nos pedaços de corpos boiando, sua juvenilidade. Cecília não falou mais nada, apenas ergueu a mão para ocultar a boca, olhando fixamente para um corpo que parecia de uma criança.

Bufou, revirando os olhos. Seu coração batia forte, pois o objetivo de salvar as crianças estava praticamente destruído. O feiticeiro as deu para alimentar queles mortos-vivos. 

Ela abaixou a cabeça, mas tinha uma expressão vazia no rosto.

ATO II - O VALE SOB O OLHAR DO FEITICEIRO - Página 8 OuRT1cCRose, querida, você pode... digo... Angra, o que acha de Rose ser uma batedora... eu... 

Não conseguia formular uma frase complexa. Deixou-se levar pelas outras depois.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
John Lessard
ADMINISTRADOR
John Lessard

Mensagens : 201

ATO II - O VALE SOB O OLHAR DO FEITICEIRO - Página 8 Empty
MensagemAssunto: Re: ATO II - O VALE SOB O OLHAR DO FEITICEIRO   ATO II - O VALE SOB O OLHAR DO FEITICEIRO - Página 8 EmptyQui Jan 24, 2019 7:37 am

Parte 4 - A Torre do Feiticeiro

ATO II - O VALE SOB O OLHAR DO FEITICEIRO - Página 8 7cec14b12cca28aafcb3a161a333a698

O grupo lidava com as descobertas macabras após Roselynn trespassar o último morto vivo com uma de suas flechas. A torre do feiticeiro era um lugar sombrio e macabro e agora todas tinham uma ideia de quão perturbador poderia ser. Não havia espólios ali, apenas morte. Continuaram juntas ainda mais um tempo, vendo suas feridas se fechando com a aura curativa de Ikarus e só então, prosseguiram, desta vez, para cima.

Passaram pelo saguão simples novamente, a porta continuava aberta, o corpo do ogro caído na grama. Se dirigiram para uma escada de madeira antiga em espiral, acompanhando o formato da torre, colada a parede. Cada passo fazia madeira ranger, porém não desabaram e nem nada do tipo. Finalmente alcançaram uma pequena plataforma de madeira que dava acesso a uma porta e quando a atravessaram, estavam num novo andar.

Ao contrário do quem viram antes, este andar estava cheio de móveis, porém não pareciam servir para decoração. Eram mesas, estantes e prateleiras antigas, cobertas de pó, muitas quebradas, alinhadas de maneira caótica pelo ambiente. Aquele lugar parecia mais um depósito de móveis usados. Amontoados lá para darem espaços para outras coisas, em outros lugares. A escada para o próximo andar se encontrava no extremo oposto, tendo que atravessar um pseudo labirinto de móveis velhos.

Avançaram com cautela, Cecília com sua tocha em mãos. Ikarus, entretanto, percebeu algo no canto da sala. Um baú pesado encostado na parede, meio coberto por um lençol empoeirado. Era antigo como os demais móveis, porém a tranca parecia funcional ainda, guardando alguma coisa.

Citação :
+ 360 XP para cada uma, pela batalha contra os Lacedons

Citação :
Fichas e Status
Roselynn: <> PV 19/19 <> CA 16/16 <> PM 0/0 <> PE: 0/0 <> PA: 1 <> Condição:
Cecília: <> PV 14/14 <> CA 21/13 <> PM 8/13 <> PE: 0/0 <> PA: 1 <> Condição:
Angra: <> PV 29/29 <> CA 19/19 <> PM 0/0 <> PE: 2/3 <> PA: 2 <> Condição:
Ikarus <> PV 24/24 <> CA 18/18 <> PM 10/11 <> PE: 0/0 <> PA: 1 <> Condição:
Delilah: <> PV 22/22 <> CA 18/18 <> PM 0/0 <> PE: 2/3 <> PA: 0 <> Condição:


Última edição por John Lessard em Qui Jan 24, 2019 10:25 am, editado 1 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://forumdomamute.forumeiros.com
Aldenor
JOGADOR
Aldenor

Mensagens : 132
Localização : Curitiba

ATO II - O VALE SOB O OLHAR DO FEITICEIRO - Página 8 Empty
MensagemAssunto: Re: ATO II - O VALE SOB O OLHAR DO FEITICEIRO   ATO II - O VALE SOB O OLHAR DO FEITICEIRO - Página 8 EmptyQui Jan 24, 2019 9:59 am

Passando pelo saguão e subindo a escada de madeira, Cecília foi se recuperando da visão que tivera. Tamanha crueldade era algo que ela sabia que existia, muito através das histórias de seus pais (sua mãe, principalmente), mas também em sua curta experiência como aventureira.

Porém, dessa vez ela havia visto algo que superava suas expectativas. 

Enquanto lidava com o choque, chegaram a um andar onde vários móveis empoeirados espalhavam-se desordenados pelo ambiente. Então, Ikarus apontou para um baú no canto da sala. Ele parecia ter uma fechadura funcional, o que significava que poderia ter algo de valor.

Cecília suspirou.

ATO II - O VALE SOB O OLHAR DO FEITICEIRO - Página 8 OuRT1cCVamos pegar nossa indenização. Rose, venha comigo, por favor.

As duas foram até o baú. Cecília retirou o pano que cobria o baú e jogou displicente para o lado. Uma nuvem de poeira podia ser vista na luminosidade de sua tocha.

Ela olhou para Roselynn e piscou-lhe o olho como quem desejava boa sorte em sua tarefa. Aguardava agora a moreau verificar se havia armadilhas e se ela conseguia abrir o baú.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
DiceScarlata
JOGADOR
DiceScarlata

Mensagens : 163

ATO II - O VALE SOB O OLHAR DO FEITICEIRO - Página 8 Empty
MensagemAssunto: Re: ATO II - O VALE SOB O OLHAR DO FEITICEIRO   ATO II - O VALE SOB O OLHAR DO FEITICEIRO - Página 8 EmptySeg Jan 28, 2019 5:09 am

Angra dos Cabelos de Fogo!

ATO II - O VALE SOB O OLHAR DO FEITICEIRO - Página 8 2mzcz2f

- Vão na frente por favor. Já as alcanço. 

*Angra parou com os cabelos sobre o rosto, escondendo  olhar. Sabia que era perigoso ficar sozinha, mas ficou mesmo assim* 

*A lança foi para as costas, o escudo a frente do corpo, lhe servindo de apoio conforme se ajoelhava ali mesmo na água. Seu olho ferido se abriu entre as mechas ruivas. Havia apenas escuridão em seu interior. Angra trincou os dentes e apertou o escudo até os nós do punho clarearem, como se a pele fosse rasgar. Os restos das crianças flutuavam ao seu redor, trazendo angustia em seu peito* 

*A imagem de sua filha flutuava entre elas* 

-
 T-Thyatis... 

*Não havia lágrimas. Havia tremedeira. Havia o nó na garganta, mas o choro não existia. Pois Angra lutava ali naquele momento... Contra o ódio. Seu interior fervia em fúria. Era uma heroina. Era uma paladina. ERA UMA MÃE!! E o feiticeiro fizera isso com aquelas pobres almas. Tirou-lhes o direito de sentir. De amar. De viver!* 

-
 Não... Não há morte... 

*Encostou a testa no escudo e respirou fundo, várias vezes, quase ofegante* 


- Meu senhor... Passaro flamejante do destino, guardião da vida eterna...
Rogo ao senhor, não pela força para derrotar o inimiogo
Não pela proteção de meu corpo e minha vida

Imploro-te no entento, pela capacidade perdoar. 
Nessa hora sombria, caminha a meu lado
Envolve-me com o calor de sua chama
Para que o frio ódio não tome quem sou
Para que a morte não tire do meu caminho

Sou tua serva e luto pela vida
Sou tua paladina e luto pela profecia. 
Ajude-me pai... Ajude-me deus... 

Pois eu temo em ceder ao a esta coisa dentro de mim que anseia...
EM DESTRUIR ESTE MALDITO !!

*O tom de voz se elevou, ecoando no fosso e fazendo a agua se expandir em anéis. Mas não foi suficiente* 

-
AAAAAAAAAAAAAAAH!!!!!!!!!!!!!!

*Gritou de novo, batendo o escudo no chão, criando ondas dessa vez* 

-
Sou uma templária em busca da vida... Em busca da minha filha, em busca do meu salvador... Não busco vingança... Não busco a morte.  Tua chama me guia pai. Mesmo... 

*E finalmente lágrima escorreu*


- Mesmo apagada dentro de mim... 

*Angra sabia que o tempo que havia conseguido era pouco.. Já havia sido um luxo excessivo. Terminou sua oração, tomou o escudo no braço e correu atrás de seu amigos, encontrando rose tentando abrir um baú*

*Por um momento viu Jay na mesma posição, com Jackson a seu lado, discutindo. Acabou por sorrir.* 

*Mas o momento se foi. Voltou a examinar o quarto. Descer fora arriscado, mas serviu para entender o feiticeiro. Serviu para acender a chama da convicção em todos ali. Sabiam o que tinham de fazer e não desistiriam mais. Não há volta* 

 -
Vamos, minha amigas. Para cada criança... O faremos pagar. Em nome da chama eterna... O destino dele será selado... Por nós. 

AÇÃO:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Fenris
JOGADOR
Fenris

Mensagens : 77

ATO II - O VALE SOB O OLHAR DO FEITICEIRO - Página 8 Empty
MensagemAssunto: Re: ATO II - O VALE SOB O OLHAR DO FEITICEIRO   ATO II - O VALE SOB O OLHAR DO FEITICEIRO - Página 8 EmptySeg Jan 28, 2019 10:40 am

A mulher sacudiu a cabeça. A dor ainda à deixava tonta, seu corpo ferido pelos lacedons e seus pulmões queimando pela quantidade de água bebida em seu breve afogamento. Corpos de jovens ao redor. A situação ficava cada vez pior. A alquimista manteve-se quieta diante daquilo tudo. Sem piadas ou comentários de natureza lascívia. O dono daquela torre tinha de pagar.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
John Lessard
ADMINISTRADOR
John Lessard

Mensagens : 201

ATO II - O VALE SOB O OLHAR DO FEITICEIRO - Página 8 Empty
MensagemAssunto: Re: ATO II - O VALE SOB O OLHAR DO FEITICEIRO   ATO II - O VALE SOB O OLHAR DO FEITICEIRO - Página 8 EmptyTer Jan 29, 2019 7:53 am

Parte 4 - A Torre do Feiticeiro

ATO II - O VALE SOB O OLHAR DO FEITICEIRO - Página 8 7cec14b12cca28aafcb3a161a333a698

Roselynn e Cecília se aproximavam do baú em meio as mesas. A feiticeira pedia para a moreau procurar por armadilhas e tentar destranca-lo, caso houvesse necessidade. A arqueira passou suas mãos ao redor, analisou, porém não encontrou nenhuma forma de armadilha. Deslizou seus dedos para verificar se estava aberto. Para sua surpresa, estava. A tampa de madeira pesada levantou-se lentamente, o olhar cresceu para o conteúdo... Seriam armas, moedas de ouro, pedras preciosas? Quem sabe um item mágico.

O terror tomou o lugar da expectativa genuína.

Uma bocarra cheia de dentes e uma língua gorda e asquerosa esperavam por Roselynn. A criatura pareceu saltar, mesmo sem ter pernas aparentes e abocanhou a gatuna. Metade de seu corpo engolido, as fileiras de dentes afundaram em sua cintura, na carne, o sangue jorrou farto.

ATO II - O VALE SOB O OLHAR DO FEITICEIRO - Página 8 Db9632c1ddc6a1abd2f856b5144c4be8

Imediatamente braços magros surgiram pelas laterais do baú e agarraram o corpo de Rose, a mantendo em sua boca medonha, sendo mastigada. Na parte de baixo, pernas magras se alongaram, elevando o monstro, que era basicamente um baú medonho com língua e dentes, pernas e braços, mantendo a arqueira em sua boca, a dilacerando.

Citação :
Roselynn sofreu 34 pontos de dano

ATO II - O VALE SOB O OLHAR DO FEITICEIRO - Página 8 NUMcZ8Z

Iniciativa:
 

Notas do Mestre:
 

Citação :
Fichas e Status
Roselynn: <> PV -10/24 <> CA 14/18 <> PM 0/0 <> PE: 0/0 <> PA: 1 <> Condição: Agarrada.
Cecília: <> PV 14/14 <> CA 21/13 <> PM 8/13 <> PE: 0/0 <> PA: 1 <> Condição:
Angra: <> PV 29/29 <> CA 19/19 <> PM 0/0 <> PE: 2/3 <> PA: 2 <> Condição:
Ikarus <> PV 24/24 <> CA 18/18 <> PM 10/11 <> PE: 0/0 <> PA: 1 <> Condição:
Delilah: <> PV 22/22 <> CA 18/18 <> PM 0/0 <> PE: 2/3 <> PA: 0 <> Condição:
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://forumdomamute.forumeiros.com
Fenris
JOGADOR
Fenris

Mensagens : 77

ATO II - O VALE SOB O OLHAR DO FEITICEIRO - Página 8 Empty
MensagemAssunto: Re: ATO II - O VALE SOB O OLHAR DO FEITICEIRO   ATO II - O VALE SOB O OLHAR DO FEITICEIRO - Página 8 EmptyTer Jan 29, 2019 8:39 am

Fora tudo tão rápido. Em um segundo estavam esperando Cecília e Roselynn desbloquearem o Baú, no próximo Roselynn estava quase morta, um mar de sangue escorrendo da boca da criatura enquanto seus dentes dilaceram a companheira e sua língua saboreava sua mais nova refeição. A alquimista disparou automaticamente contra a criatura, cimitarra já em mão e a atingiu na altura da perna. Chutou o chão, revelando a lâmina oculta na bota, e à levou contra a aberração, novamente arrancando sangue, retirando força do fundo de sua alma para atingir  criatura incessantemente.

Citação :
Se desloca até K6. Primeiro ataque resultado 22. Acerta. 3 de dano. Surto Heroico. Segundo ataque 25. Acerta. 7 de dano. Total 9 de dano.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Aldenor
JOGADOR
Aldenor

Mensagens : 132
Localização : Curitiba

ATO II - O VALE SOB O OLHAR DO FEITICEIRO - Página 8 Empty
MensagemAssunto: Re: ATO II - O VALE SOB O OLHAR DO FEITICEIRO   ATO II - O VALE SOB O OLHAR DO FEITICEIRO - Página 8 EmptyTer Jan 29, 2019 5:10 pm

Rose se debruçou no baú e ele estava aberto e vazio. Estranho.

Cecília não se surpreendeu quando a criatura se revelou. Era um falso objeto, um monstro escondido. A jovem feiticeira preparou-se para fulminar o monstro com sua magia, mas Rose fora agarrada e presa. Sangrou em profusão e parecia que iria morrer.

ATO II - O VALE SOB O OLHAR DO FEITICEIRO - Página 8 OuRT1cCNão!

Gritou e Delilah agiu com mais rapidez, chutando o baú com uma lâmina retrátil. Engenhoso.

Cecília ergueu o braço e se preparou para o ataque, afastando as pernas, movendo o quadril como um ataque de espada. Porém, o medo de acertar Roselynn a fez acertar a parede atrás de si.

Não! Tinha que perseverar. Novamente, girando o quadril e o torso, desferiu como se fosse o ataque com uma espada invisível. Dessa vez

Ação de Cecília escreveu:
Padrão: ataque com lâmina invisível menor no mímico. Rolado 4 (1 no dado) erro automático.
Ponto de Ação - Ação Padrão: ataque com lâmina invisível menor no mímico. Rolado 23 (20 no dado). Dano 14 de dano.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
DiceScarlata
JOGADOR
DiceScarlata

Mensagens : 163

ATO II - O VALE SOB O OLHAR DO FEITICEIRO - Página 8 Empty
MensagemAssunto: Re: ATO II - O VALE SOB O OLHAR DO FEITICEIRO   ATO II - O VALE SOB O OLHAR DO FEITICEIRO - Página 8 EmptyTer Jan 29, 2019 11:48 pm

Angra dos Cabelos de Fogo!

ATO II - O VALE SOB O OLHAR DO FEITICEIRO - Página 8 2mzcz2f


*A reação de suas aliadas foi rápida e correta. Precisavam matar a criatura primeiro, para então poder tratar rose* 

-
PERSEVEREM!!!! CONTINUEM ATACANDO!! 

*Angra avançou entre os móveis e perfurou a lateral da criatura, tomando cuidado para que a arma não ferisse Rose* 

-
 IKARUS! POR FAVOR!! FINALIZE!!!

AÇÃO:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Conteúdo patrocinado




ATO II - O VALE SOB O OLHAR DO FEITICEIRO - Página 8 Empty
MensagemAssunto: Re: ATO II - O VALE SOB O OLHAR DO FEITICEIRO   ATO II - O VALE SOB O OLHAR DO FEITICEIRO - Página 8 Empty

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
ATO II - O VALE SOB O OLHAR DO FEITICEIRO
Voltar ao Topo 
Página 8 de 10Ir à página : Anterior  1, 2, 3, 4, 5, 6, 7, 8, 9, 10  Seguinte
 Tópicos similares
-
» Long-gone London: Capítulo III – A toada da traição

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Fórum do Mamute :: PbF (Play by Fórum) :: Campanhas :: Johnverse :: ERA DE ARSENAL-
Ir para: