InícioInício  CalendárioCalendário  FAQFAQ  BuscarBuscar  MembrosMembros  GruposGrupos  Registrar-seRegistrar-se  Conectar-seConectar-se  

Compartilhe | 
 

 ATO II - O VALE SOB O OLHAR DO FEITICEIRO

Ir em baixo 
Ir à página : Anterior  1, 2, 3, 4, 5, 6, 7, 8
AutorMensagem
DiceScarlata
JOGADOR
avatar

Mensagens : 108

MensagemAssunto: Re: ATO II - O VALE SOB O OLHAR DO FEITICEIRO   Sab Dez 29, 2018 5:58 am

Angra dos Cabelos de Fogo!



- EI!!!!!!

*Angra urrou enquanto girava a lança em mãos. Fez questão que a criatura a encara-se. Quando o fez, saltou. Pisou em seu joelho ganhando altura, erguendo-se majestosa a frente de sua face. Então usou o peso de sua queda para enterrar a lança fundo em seu peito, enquanto "montava" sobre o corpo do inimigo* 

-
SE ME ENTENDE, INIMIGO, RESPONDA! DÊ-ME SEU NOME!!

*Agarrou o pelo queixo enquanto a lança era arrancada do peito*  

-
SEU NOME!!!

AÇÃO:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
John Lessard
ADMINISTRADOR
avatar

Mensagens : 130

MensagemAssunto: Re: ATO II - O VALE SOB O OLHAR DO FEITICEIRO   Sab Dez 29, 2018 10:46 am

Parte 4 - A Torre do Feiticeiro


Com um ataque espetacular, Angra afundou sua lança no peito do ogro fundo e girou. A besta olhou aquilo de relance, num misto de surpresa e incredulidade. O sangue negro e grosso escorreu mais uma vez. Seus dedos se afrouxaram, deixando o tacape cair no chão. Recuou alguns passos, caiu de joelhos e finalmente tombou com seu rosto virado para o chão. O grupo tinha vencido enfim, o guardião da torre. Angra, entretanto, nunca soube seu nome.

Roselynn pegou um olhar de todas, principalmente de Cecília e avançou para a porta. Estava trancada e com mais ou menos dois minutos analisando, constatou que não havia armadilhas ali. A moreau então dobrou o joelho no chão e puxou seu kit de ferramentas da cintura. Passou mais alguns minutos remexendo na fechaduras com extremo cuidado, movendo suas gazuas com delicadeza, quando enfim todas ouviram um clic. Um leve empurrão fez a porta deslizar. Entraram uma a uma, Cecília vira no último instante com canto de olho que, na cintura do ogro caído, havia uma chave.

O interior da torre revelou um salão vazio e circular. O chão era de madeira e a única luz provinha de Azgher, passando pela porta agora aberta. No canto esquerdo havia um alçapão no chão, fechado, a porta feita de madeira e rebites de ferro. Em frente, uma escada circular, grudada a parede da torre, levando ao próximo andar.

Citação :
Rolselynn +150 XP
Angra +120 XP
Ikarus +120 XP
Cecília +120 XP
Delilah +120 XP

Citação :
Fichas e Status
Roselynn: <> PV 19/19 <> CA 16/16 <> PM 0/0 <> PE: 0/0 <> PA: 1 <> Condição:
Cecília: <> PV 14/14 <> CA 21/13 <> PM 8/13 <> PE: 0/0 <> PA: 1 <> Condição:
Angra: <> PV 25/29 <> CA 19/19 <> PM 0/0 <> PE: 3/3 <> PA: 3 <> Condição:
Ikarus <> PV 24/24 <> CA 18/18 <> PM 11/11 <> PE: 0/0 <> PA: 1 <> Condição:
Delilah: <> PV 16/22 <> CA 18/18 <> PM 0/0 <> PE: 3/3 <> PA: 1 <> Condição:
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://forumdomamute.forumeiros.com
Aldenor
JOGADOR
avatar

Mensagens : 111
Localização : Curitiba

MensagemAssunto: Re: ATO II - O VALE SOB O OLHAR DO FEITICEIRO   Sab Dez 29, 2018 12:52 pm

Cecília viu a chave e então entendeu que o ogro era um guardião da torre. Fazia mais sentido do que um ogro aleatório que atacara o grupo perto da torre de um feiticeiro poderoso. Resmungando por não ter pensado nisso antes de assentir para Rose abrir a porta, a jovem esperou Angra entrar para segui-la, fazendo questão de adentrar a torre antes de Ikarus e Delilah.

Uma vez lá dentro, Cecília decepcionou-se.

Tsc. Feiticeiro preguiçoso, não tem nem uma mobília útil. 

Cecília tirou uma tocha e acendeu um fogo para iluminar o ambiente. Estava ansiosa para seus poderes dracônicos fazerem seus olhos acostumarem-se com os diferentes níveis de escuridão.

Viu a escada e o alçapão e desejou ver primeiro o caminho para baixo.

Que tal irmos pra baixo primeiro? Depois é só subida... O feiticeiro deve estar lá em cima, ou, sei lá... do jeito que parece ser desleixado, não duvido de preferir dormir numa caverna úmida no subsolo.

Cecília estava enfezada com a luta na qual não fez a menor diferença. Ainda se sentia culpada pelo olho de Angra e queria mostrar que podia tudo. Afinal, era a Rainha Eterna. Quando enfrentasse o feiticeiro, usaria todo seu poder...
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
DiceScarlata
JOGADOR
avatar

Mensagens : 108

MensagemAssunto: Re: ATO II - O VALE SOB O OLHAR DO FEITICEIRO   Ter Jan 01, 2019 6:40 pm

Angra dos Cabelos de Fogo!



- Obrigado Rose. 

*Após agradecer Rose pela porta, Angra ofereceu uma pequena reza ao monstro que protegia o local. Tinha duas pernas, dois braços e um coração. Thyatis diz que não se deve matar criaturas inteligentes... Mas essa distinção é justa? Uma vida baseada no intelecto como o entendemos é mais preciosa que outro? Ele empunhava armas, ele cumpria uma missão. Não era diferente de qualquer guerreiro* 


- Não há morte, meu amigo. 

*Fechou os olhos do monstro e limpou a lança do sangue. Caminhou até a porta sem medo* 


- Muito bem, vamos descer. Meu ímpeto me faria marchar até o feiticeiro, mas conhecer sua torre, nos fará conhecê-lo... Isso já é vencer metade da batalha. 

*Com expressão seria, acariciou os cabelos de Cecilia e passou a frente* 


- Rose, fique a meu lado, preciso que busque armadilhas. Delilah atrás, prepare-se para trocar de posição com rose se necessário. Celilia e Ikarus juntas. Se ajudem. 

*E dirgiu-se aos andares inferiores* 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
John Lessard
ADMINISTRADOR
avatar

Mensagens : 130

MensagemAssunto: Re: ATO II - O VALE SOB O OLHAR DO FEITICEIRO   Ter Jan 01, 2019 10:01 pm

Parte 4 - A Torre do Feiticeiro[/b]


Concordando com a ideia de Cecília, Angra guiou o grupo para o alçapão. A porta pesada estava aberta e apesar de pesada foi levantada. Um cheiro de podre subiu com força e bateu contra o rosto de todas, numa mistura de carne podre e mofo. Desceram por uma escada de madeira precária e não demorou muito para se verem com água até a altura da barriga. A água era lodosa, pegajosa e fedorenta. Cecília carregava uma tocha, a rodando, tentando iluminar o ambiente ao todo. Parecia que alguma coisa flutuava na água, não, com certeza eram muitas coisas. Algo encostou mo braço de Delilah, seu olhar abaixou-se... Era um crânio pequeno, com às órbitas vazias, mas alguns resquícios de carne ainda e fiapos de cabelo molhado.

Ikarus e Roselynn foram as únicas que perceberam a aproximação das coisas pela água.



Saltaram, com suas peles cinza, moles e úmidas. As garras pútridas abertas e a bocarra escancarada com presas nojentas, adornadas com uma língua prominente, que balançava de um lado para o outro ansiando por carne.  O primeiro deles avançou contra Angra, sua boca nojenta afundou seus dentes medonhos perto da garganta. A guerreira viu seu gorjal se esfacelar em anéis metálicos, enquanto seu corpo fraquejava, sentiu seus músculos endurecerem enquanto o sangue escorria, porém se manteve firme, apesar da dor e podridão.

Outro saltou das profundezas perto de Delilah. A boca se fechou em seu braço, as presas fechando-se na carne, enquanto uma das garras destroçava seu flanco. O sangue fresco tingia a água, enquanto seu corpo ameaçava amolecer e cair. Outros dois avançaram em direção a Ikarus e Cecília. O primeiro tentou morder a elfa, que desviou para o lado, o seguinte teve mais sorte. Sua boca destroçou o ombro da elfa do céu, mastigando sua carne, sentindo seu gosto. A elfa também sentiu os músculos enrijecerem, mas manteve se firme. Um deles tentou agarrar Cecília que empurrou as garras para o lado, enquanto o seguinte estilhaçou sua armadura mística com suas garras e consequentemente, sua carne. A feiticeira sentiu as pernas bambas, a náusea, olhou e viu o abdômen no nível da água e o sangue se espalhando.



Citação :

Angra sofreu 5 pontos de dano, gastando seu Duro de Ferir, Delilah sofreu 12 pontos de dano, Ikarus sofreu 8 pontos de dano, Cecília sofreu 12 pontos de dano

Iniciativa :
 

Notas do Mestre:
 



Citação :
Fichas e Status
Roselynn: <> PV 19/19 <> CA 16/16 <> PM 0/0 <> PE: 0/0 <> PA: 1 <> Condição:
Cecília: <> PV 2/14 <> CA 21/13 <> PM 8/13 <> PE: 0/0 <> PA: 1 <> Condição:
Angra: <> PV 23/29 <> CA 19/19 <> PM 0/0 <> PE: 2/3 <> PA: 3 <> Condição:
Ikarus <> PV 16/24 <> CA 18/18 <> PM 11/11 <> PE: 0/0 <> PA: 1 <> Condição:
Delilah: <> PV 4/22 <> CA 18/18 <> PM 0/0 <> PE: 3/3 <> PA: 1 <> Condição:
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://forumdomamute.forumeiros.com
fantasmageek
JOGADOR


Mensagens : 21

MensagemAssunto: Re: ATO II - O VALE SOB O OLHAR DO FEITICEIRO   Ontem à(s) 10:26 pm

Roselynn seguiu com todas e adentrou a Torre, os olhos atentos, se aproximou de Angra e desceu para o próximo nível.

Logo sentiu água as cercando, e na escuridão bruxuleante da tocha, viu formas difusas e monstruosas:

 - Vocês estão vendo isso também...?
 
Quando virou-se para as companheiras, a visão que lhe foi resposta estava tingida de vermelho e gemidos de dor e a fúria das águas movimentadas pelo ataque encheram seus ouvidos.

"São eles."
"É o fim."
"Fuja enquanto se alimentam da carne das outras."
"Viva para mais um dia."
"Seu fim não é aqui."


Foi para trás se afastando. Viu a Rainha desfalecer-se, tudo tornando-se uma confusão de carne e sangue, dor e sofrimento. Levantou o arco e tentou atirar no que se aproximava da Rainha, contudo a flecha lhe traiu e não atingiu o inimigo, perdendo-se na confusão das águas, sem causar dano algum, diferente daquelas criaturas terríveis.

"FUJA!"
"CORRA!"


Todas as vozes diziam a mesma coisa, em tons urgentes lhe competiam a correr. Sentia em seus pêlos a urgência de se afastar não só da água, mas como da batalha e da emboscada sofrida.

Respirou o fundo e firmou o pé, mesmo que tudo lhe dissesse para fugir. O fim delas não seria aqui.

Spoiler:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: ATO II - O VALE SOB O OLHAR DO FEITICEIRO   

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
ATO II - O VALE SOB O OLHAR DO FEITICEIRO
Voltar ao Topo 
Página 8 de 8Ir à página : Anterior  1, 2, 3, 4, 5, 6, 7, 8
 Tópicos similares
-
» AZamerica s1001. Vale a pena???
» Vale dos Insetos
» As Trevas do Vale Sagrado - Nas Montanhas da Loucura
» Presença
» Evento Ressaca Friends

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Fórum do Mamute :: PbF (Play by Fórum) :: Campanhas :: Johnverse :: ERA DE ARSENAL-
Ir para: